Panacéia dos Amigos

VISITAÇÃO

segunda-feira

SLEEPER - O BRITPOP DE MAIS UMA GAROTA..


Quando aconteceu o britpop as atenções se voltaram fortemente para bandas como oasis, blur, pulp, suede, The charlatans, supergrass..todos com frontmens, mas bandas interessantes surgiram com frontwomens também, destas algumas se destacaram como o elastica, echobelly, e claro sleeper com a guitarra, composição e vocal de Louise Wener.


Porém, o fundador da banda foi Jon Stewart que conheceu Louise Wener na Universidade de Manchester em 1987 em uma classe de filosofia política (menina “cabeça”). Ambos músicos tocaram com várias bandas na universidade, formados mudaram para Londres procuraram um baixista e baterista com anúncios no Melody Maker e assim se formaram com Diid Osman e Andy Maclure.


A banda respondia pelo nome de Surrender Dorothy que abandonariam logo. Chegaram então ao nome 'Sleeper'  segundo eles por influência de Woody Allen, além do que subtende-se vários significados (um espião, um golpe inesperado, etc.). Começam a chamar atenção das gravadoras. Abrem shows para o Blur na turnê de “Parklife” e lançam o single “Inbetweener” gravando um vídeo com a participação com a celebridade de tv Dale Winton.


Com seu primeiro disco “Smart”  a banda consegue se tornar um dos primeiros àlbuns de destaque da emergente cena “britpop” com um disco de ouro. Na sequência “The It girl” alcança o disco de platina com o singles “Statuesque”, “What Do I Do Now”, “Sale of Century” e “Nice Guy Eddie”.  A canção “Atomic” entra para a trilha sonora do filme “Trainspotting” sendo uma regravação do Blondie.

A banda se desfez com o fim do movimento. Todos continuaram uma carreira musical. Louise se destacou produzindo documentários, produzindo e trabalhando com outros artistas. Também firmou uma respeitada carreira como escritora. 




Recentemente, o sleeper voltou a seu reunir, mas não se sabe se um disco inédito poderá acontecer..











Nenhum comentário:

Postar um comentário