Panacéia dos Amigos

VISITAÇÃO

quinta-feira

Entrevista exclusiva com Pereira França Neto, o palhaço Tubinho, o rei do riso!

Caros amigos da Panacéia Essencial! Uma vez mais, voltamos a trazer uma entrevista exclusiva em nossa “Panacéia das Entrevistas”. E para fechar o ano com “chave de ouro” entrevistaremos o talentoso ator Pereira França Neto, mais conhecido como o palhaço “Tubinho, o rei do riso”.

Não é nenhuma novidade para os amigos que nos acompanham a minha enorme admiração pelo trabalho da “Família Tubinho” que tive a oportunidade de assistir e conhecer pessoalmente! Já escrevi um post sobre este trabalho, a tira de HQ que orgulhosamente desenhei e escrevi para eles e sobre o espetáculo “Senta que o Tubinho vai entrar”. Agora nada melhor do que falar com a “fera”. E no melhor estilo circense permitam-me iniciar:

“Respeitável público é com prazer que apresento a vocês esta entrevista com o genial artista Pereira França Neto!

Divirtam-se! E boa leitura!”

APE - Vamos partir de uma retrospectiva, voltando os passos para entender a trajetória. Quando começou a história do palhaço Tubinho? Aliás, por que mesmo que ele tem este nome? E, especificamente, quando você entrou nesta história? Seria interessante perguntar também por que você decidiu seguir este caminho ou foi o caminho que decidiu por você?

P - em 1959... Naquele tempo existia um vestido chamado TUBINHO e diziam que toda mulher precisava ter um TUBINHO no armário, assim foi escolhido o nome TUBINHO...

Entrei nessa história a partir de 2001, pois, dois anos antes do falecimento do primeiro TUBINHO - Tio Juve - ainda no hospital, pediu que eu continuasse levando o nome do TUBINHO e no meio de tanta tristeza por perdê-lo fiquei muito contente de ser agraciado com esse grande presente... Eu já trabalhava como ator fazendo vários personagens trabalho desde meus dois anos de idade e sinceramente acho que fui escolhido pelo meu destino e confesso não tenho interesse e nunca tive de mudá-lo...

APE - Estive em alguns espetáculos já, e me diverti muito. Tubinho é repleto de maneirismos e bordões muito engraçados. Como é seu trabalho neste sentido? Você procura sempre inovar com ele, buscando novos bordões ou ele já está devidamente elaborado? É certo que simplesmente o Tubinho é engraçado até quieto, amordaçado e virado de costas, mas,você vislumbra ou busca outros caminhos por onde mais explorar o personagem?

P - Os bordões vão surgindo em cada espetáculo as vezes acontecem sem que eu mesmo perceba. De repente, me vejo repetindo gestos falas e assim ficam sendo os chamados bordões... Não costumo fazer pesquisas neste sentido acho que vale mais a pena quando eles acontecem sem querer fica mais engraçado... Alguns bordões nos são inspirados por gírias de cidades onde passamos e outros, às vezes, já conhecidos ficam diferentes pela forma que o personagem palhaço se expressa. Não costumo elaborar nada existe um texto a ser seguido eu só brinco com ele. Graças a DEUS O PERSONAGEM PALHAÇO tem esse direito de explorar cada cena cada espaço cada personagem que esta contracenando com ele e trabalho ao lado de atores que são generosos e me deixam ter essa liberdade pra explorar...

APE - Fale-nos um pouco sobre os produtos do personagem, além do circo teatro há passagens pela TV, vídeos na internet, produtos variados como etiquetas e bonecos. Sem dúvida, isto dá muito trabalho. Como o empresário dialoga com o artista? E ainda, como se define onde começa França Neto e termina o Tubinho e vice-versa? Os dois são amigos ou nem se conhecem?

P - Bem, começamos a ver a necessidade de haver algo que as pessoas levassem pra casa, pois, o circo fica na cidade por no máximo três meses e as pessoas nos pediam que deixássemos uma lembrança. Então veio a idéia de uma revista... Aí, começou tudo: vieram adesivos, camisetas, fotos para autógrafo. Vimos necessidades de mais, pois, o “Youtube” já estava forrado de vídeos, então, foi feito o site EM BOTUCATU e realizei um sonho: fizemos o filme!

Depois veio o convite de uma empresa de fazermos o programa “TUBINHO O REI DO RISO”, e então o DVD do programa, do filme e em Laranjal Paulista “O BONECO TUBINHO” e a “CARRETINHA DO TUBINHO”. E agora, comemorando dez anos de PALHAÇO TUBINHO o DVD Stand up “SENTA QUE O TUBINHO VAI ENTRAR” e tudo é conseqüência do trabalho...

Agora, se dividir direitinho tem o JOSÉ AMILTON FRANÇA PEREIRA JÚNIOR, nome de batismo, PEREIRA FRANÇA NETO, o ator, O PALHAÇO TUBINHO, O PAI, O MARIDO e por aí vai... e com certeza tenho que separar bem senão... Já pensou a confusão!!! Hahaha... ah e com certeza nos conhecemos muito bem obrigado...

APE - Nem tudo é comédia no Circo Teatro Tubinho já que existem as apresentações de peças mais dramáticas, densas. Fale-nos em sua percepção das diferenças na textura da atuação para cada uma destas situações. Surpreendeu-me sobremaneira que, terminada a peça dramática, por volta de dois minutos depois, você retornou como Tubinho, não é um pouco enlouquecedor. Ou o Tubinho simplesmente “possui” você?

P - Particularmente eu gosto muito dos dramas por ter um fundo social e falar de questões tão importantes pra sociedade e o meu lado ator é muito mais solicitado já por sempre ser visto como O PALHAÇO da companhia. O personagem TUBINHO me vem com muita facilidade por já trabalhar com ele há tanto tempo sempre que faço algum drama entro tenso, pois, não sei direito como vou ser interpretado pela platéia. Os personagens dramáticos exigem muito do ator Pereira França Neto e, sem querer, a platéia acaba exigindo mais de mim. Gosto muito da peça “O PAGADOR DE PROMESSAS” e me sinto bem quando termino e volto pro TUBINHO... Sinto-me de alma lavada... e de dever cumprido... E acho que o público gosta dessa ambigüidade...

APE - Não seríamos nem um pouco justos se não abríssemos um parêntese e falássemos de seus colegas de palco e equipe de produção. Fale-nos um pouco sobre este talentoso grupo! E, além disto, explique-nos como é a convivência de uma companhia de teatro que apresenta peças diariamente, e que, portanto, tem uma convivência tão extensa quanto intensa?

P - O grupo é muito coeso, nos conhecemos nos olhando. É muito prazeroso trabalhar com os meus atores, ter essa parceria é fundamental. E quando um precisa ir embora da Cia. é como se fosse um irmão indo embora. A produção é primordial: caminhamos juntos. O tempo que passamos juntos tem sido um amigão. Cada um tem sua vida normalmente e, quando nos encontramos debaixo da lona é a casa de todo mundo...

APE - Quem escreve as histórias de Tubinho? Novas histórias são sempre criadas, ou a atual safra de 96 espetáculos já é satisfatória? Tubinho me parece um personagem muito livre, no sentido de que ele faz sentido em qualquer situação por mais mirabolante que seja. Parece-me também um personagem de uma presença tão grande que pode em si criar a história sozinho, não é? O personagem suplanta o escritor e “se escreve”... Você já notou alguma vez o personagem batendo no seu ombro e dizendo: “França! Diz isso, fala aquilo! Mais que tooonto!”?

P- Muitos textos são antigos do tempo do “EPA!!!” Textos novos já foram escritos até mesmo com parcerias de atores do circo e eu, sempre estamos atentos aos acontecimentos e abertos pra textos novos. Às vezes, os textos são mais atualizados e nos preocupamos que seja de conhecimento do publico colocando em algumas situações coisas que acontecem na própria cidade e assim acaba acontecendo essa liberdade no texto...

O personagem segue sempre à risca a obra do autor, mas, o olho atento do ator nos surpreende e consegue enxergar atitudes que, às vezes, vão além do que o próprio autor quisera chegar... Daí o autor diz: “Ói que tonto!!! Era bem isso que eu queria dizer e não sabia!!!

APE - Qual é a sensação de ver tantas expressões felizes a cada piada, a cada trejeito do adorável personagem? Fiquei imaginando, até mesmo por que sou, com minha família, um fã incondicional do Tubinho, quantas vezes um dia ruim não se tornou mais leve e agradável com as peripécias do amalucado palhaço. Fale-me sobre sua percepção deste grande mérito, afinal, é claro que como empresário você gere um negócio, mas como artista sua recompensa, acredito, é este retorno emocional do público, não é?

P - Bem, pra dizer a verdade eu, no começo, não imaginava que ia ser assim. Eu era só um moleque que queria por em prática tudo o que eu ouvi a minha vida toda sobre a minha família. Queria só dar continuidade. Não sabia que ia ser tão prazeroso sair nas ruas e escutar as pessoas falando os chavões, fazendo os trejeitos e, com certeza, é a minha maior recompensa... Acho que qualquer ator quer ser reconhecido dessa forma...

video Tubinho em ação, assistam o vídeo acima!

APE - Recentemente, assisti ao espetáculo de humor "Senta que o Tubinho vai entrar" (vejam o post), e foi muito interessante vê-lo em outros personagens, outras formas de humor. Você sentiu necessidade de uma nova expressão fora do personagem Tubinho? Como foi o processo de criação? Os novos tipos continuaram a ser criados? E o Stand Up? Como você se sente enquanto ator em relação a esta modalidade de humor?

P - Comemorar 10 anos de TUBINHO fazendo outros personagens foi desafiador, principalmente sendo cômicos. Mas, acho que no final de tudo fiquei satisfeito e contente pela comemoração ser dessa forma... A minha preocupação era agradar o meu público que há tanto tempo via o TUBINHO.

O processo de criação foi em conjunto do Júnior, do Pereira Franca Neto e do Tubinho e de todos meus amigos que completaram esse trabalho comigo. Esse tipo de humor é complicado ainda pra mim, pois, sempre trabalhei ao lado dos meus irmãos e me ver ali, sozinho, e ainda sendo assistido pelos meus colegas de trabalho... Confesso: Dá um friozinho na barriga e essa sensação é muito boa... Responsabilidade...

APE - Enfim, novamente quero felicitá-lo especialmente e a todos carinhosamente por este trabalho tão talentoso e que faz tão bem a quem tem a oportunidade de assistir! Esperamos sempre poder contar com a família Tubinho trazendo alegria a todos e a todo lugar por onde passa! E peço que deixe conosco uma mensagem a todos os visitantes desta PANACÉIA ESSENCIAL!

P - Gostaria de agradecer a Panacéia Essencial primeiramente a atenção dispensada a mim e a minha família de atores e dizer que tudo que fazemos é com muita alegria ,gostamos do que fazemos, vivemos teatro e nosso publico pode ter a certeza de que nossa maior preocupação é que todos venham ao nosso teatro e possam dizer, sem receio, que gostam de teatro.

A nenezinha de Pereira estreou em Ibiúna, vale o registro!

Queremos formar platéias para todas as Cias. que aparecerem na cidade... Esse é e sempre vai continuar sendo a intenção do CIRCO DE TEATRO TUBINHO. Desde já fica aqui o meu agradecimento pelo carinho de todos para com a família TUBINHO...

Site do Tubinho, o rei do riso:

www.tubinho.com.br

Twitter:

twitter.com/TEATROTUBINHO

Blog onde se encontra mais sobre a família Tubinho:

A Panacéia Essencial!

Mas tudo bem, você já está aqui! Ói que tonto!..

6 comentários:

  1. ai tubinho vc e o melhor palacho do mundo
    cara tem como vcs virem na minha sidade pilar do sul-sp

    ResponderExcluir
  2. Tubinho fica em Piedade um ano.
    Você é d+

    ResponderExcluir
  3. O Tubinho esteve hoje em Tietê e foi simplismente maravilhoso. Parabéns!!!

    ResponderExcluir
  4. BOA NOITE!!!É A SEGUNDA VEZ QUE ELE VEM EM MINHA CIDADE,SÃO ROQUE,E É INEVITÁVEL A GENTE NÃO IR QUASE TODOS OS DIAS ASSISTI-LOS(SÓ NÃO VOU NA TERÇA,POIS É INFANTIL,APESAR DE JA TER IDO DA PRIMEIRA VEZ EM VÁRIOS,E QUARTA POIS É FOLGA DA CIA,ENFIM,A TRUPE É FODEX,ARRASAM EM TODAS AS PEÇAS!!!!ADORO DEMAIS ESSA GENTE QUE SÓ NOS TRAZ ALEGRIA!!!!EU E MINHA FAMÍLIA TE AMAMOS!!!!!!BJOS!!!!!PARABÉNS!!!!!

    ResponderExcluir
  5. Tubinho vc é a alegria que contagia nossas noites, nossa vida e ficará para sempre em nossas lembranças, oi que tonto kkkkk

    ResponderExcluir
  6. Tubinho vc é a alegria que contagia nossas noites, nossa vida e será sempre lembrado....Oi que tonto kkkkk

    ResponderExcluir