Panacéia dos Amigos

VISITAÇÃO

segunda-feira

Príncipios da Teosofia..

SABEDORIA ANTIGA – profundo e vasto conhecimento sobre nós próprios, nosso propósito na vida, a natureza, o universo, os mais altos princípios divinos e a longa pré-história do homem nesta terra. A Teosofia é a porção do conhecimento antigo trazido a nós por H.P. Blavatsky no fim do século XIX, como foi a ela ensinado pelos seus Instrutores no Tibet.

Alguns de seus princípios são:

* Tudo no universo origina-se de uma fonte ilimitada, eterna, incognoscível. Depois de um período de existência manifestada, o universo retorna a essa fonte.

* O universo em si é um todo orgânico, vivo, inteligente, consciente e divino.

* As leis da natureza são o resultado de forças inteligentes.

* A lei do carma preside todo o universo. Ela opera em todos os níveis, assegurando justiça, harmonia e equilíbrio.

* Nós reencarnamos em vidas sucessivas. Quando chegamos ao nível humano, não retrocedemos às formas animais.

* A lei do carma age sobre nossas vidas sucessivas para garantir a justiça. (Não podemos nos livrar dessa lei). Nós somos a causa de cada alegria e dor de nossa própria vida.

* Uma lei de ciclos fornece uma estrutura fundamental em todos os níveis. Dois exemplos são: nosso padrão de reencarnação e as contínuas "vidas" do universo quando ele aparece e, então, retorna à sua origem.

* A analogia e a correspondência fornecem uma estrutura fundamental ao universo. Esta é uma afirmação ampla do axioma: "Assim em cima, como embaixo".

* A evolução se aplica, em grande escala, a toda a vida.

* A alma é envolvida neste mundo de matéria. Ela tem experiências e aprende. A alma, então, empreende seu caminho de volta, numa longa peregrinação à sua fonte primal. Isto também segue um padrão cíclico.

* Esta evolução ganha experiência, autoconsciência e uma perfeição sempre crescente. A evolução ocorre nos planos físico, mental e espiritual.

*A "sobrevivência do mais forte" junto com a acumulação gradual de pequenas mudanças vantajosas não explicam a "origem das espécies". A origem das espécies deve-se a um plano inteligente.

*A humanidade passou por uma evolução significativa em longos períodos nos continentes (não ilhas) da Atlântida e da Lemúria.

*Há uma constituição setenária do homem, desde o plano físico até o puramente espiritual.

* Os pensamentos são objetos tangíveis nos planos mais altos. Cada pensamento e ação exerce um efeito sobre nós e nosso entorno e tem conseqüência cármica.

* Os três planos mais altos dessa constituição formam o "Eu Superior" e é este que reencarna de vida em vida e acumula experiência, lições e virtudes. Os planos mais baixos formam o "eu inferior" e são o veículo usado pelo eu superior enquanto este vive neste nível ativo e de testes da vida encarnada.

* No momento da morte, temos uma revisão da nossa vida passada – enquanto nos despimos desta moldura física. Após um curto período, que varia muito entre os indivíduos, jogamos fora os outros aspectos inferiores de nossa constituição e o eu reencarnante começa um longo período de descanso merecido, cheio de misericórdia, antes do próximo nascimento.

* Freqüentemente, durante esta vida, nossa natureza espiritual é obscurecida por nossa vida diária autocentrada, quando alimentamos nossas necessidades e desejos imediatos. Mas o eu espiritual está sempre lá para nos guiar se o buscarmos com nosso forte e honesto desejo.

* A Fraternidade é um fato na natureza. Somos UM no mais alto componente espiritual de nossa natureza. Somos centelhas da chama única. Somos os dedos da mão única. Somos UM em outros níveis também.

* As religiões do mundo são ramos da árvore cujo tronco é a religião sabedoria antiga que foi, uma vez, universal. As religiões são os afluentes de um único grande rio. (Mas elas imitam umas às outras para tornar os detalhes reais ainda mais complexos).

* A mitologia sempre transmitiu alguns desses conhecimentos em forma simbólica.

* Periodicamente, grandes instrutores surgem dentre nós para nos ajudar neste caminho evolucionário. Eles podem criar um outro ramo na árvore..

Nenhum comentário:

Postar um comentário