Panacéia dos Amigos

VISITAÇÃO

segunda-feira

Records of Lodoss War

Record of Lodoss War, este anime foi marcante. As primeiras cenas que vi coincidem com os primeiros meses em que havia começado a jogar RPG de fantasia medieval. Por aí, já é possível mesurar o impacto. Lá estavam o ambiente, os personagens e as tramas semelhantes as que eu jogava na mesa. Um grupo de aventureiros como aquele em que eu participava e as batalhas, os golpes, as magias em ação, as estratégias de combate.

Assistir Lodoss só fez aumentar o meu fascínio em jogar RPG e poder participar como personagem das aventuras da fantasia medieval. Tive oportunidade de ver algumas cenas no programa TOP TV, da Rede Record (Já comentei sobre ele na Panacéia da TV), e que cenas!

Precisamente, o combate contra os gárgulas e o dragão do primeiro episódio. O grupo adentra ruínas, e de repente gárgulas tomam vida, segue-se um combate enquanto Slayn (o mago) inicia uma magia de proteção que acaba por criar uma barreira de energia que destrói boa parte dos inimigos. Em seguida, o dragão. Um combate muito mais difícil em que o grupo consegue apenas afugentar a criatura. As cenas me tiraram o fôlego. Era empolgante ver todos em ação. O mago Slayn , o clérigo Etoh , o anão Ghim, a elfo Deedlit , o ladrão Woodchuck e o guerreiro Parn.

Record of Lodoss War é uma série de fantasia criada por Ryo Mizuno baseado no que ele originalmente criou para ser um jogo de RPG. Houve, desde então várias adaptações para o mangá, anime, e jogos de computador, muitos dos quais traduzidos para o inglês. Os enredos geralmente seguem as regras do D&D, baseados num grupo de personagens distintos que tomam para si missões específicas.

Tempos depois, pude assistir a toda a série, são vários capítulos contando uma saga completa. Esta é a lenda que é a espinha dorsal da trama:

Segundo a lenda, há muito tempo aconteceu uma terrível batalha no continente de Alecrast entre dois deuses poderosos, Pharis (Deus da Luz) e Falaris (Deus da Escuridão). Uma luta que parecia não ter fim, arrastando com eles outros deuses, até restarem apenas outras duas deusas que se enfrentaram em batalha: Kardis (Deusa da Destruição) e Marfa (Deusa da Criação). Kardis, que lutava com o deus da escuridão, foi derrotada e amaldiçoou Alecrast, mas para evitar que a maldição se alastrasse por todo o continente, a benevolente Marfa separou o pedaço amaldiçoado, transformando-a numa ilha, um continente isolado que se chamou "Lodoss".

Após algumas centenas de anos, em uma série chamada "A Dama de Pharis", Kardis ressuscitou como uma "deusa-demônio" que vive em um labirinto, na pequena ilha de Marmo. Muitos perderam a vida em suas mãos, até que um grupo de aventureiros consegue derrotá-la... mas para alcançar a vitória, um fôra seduzido pela escuridão. Nessa nova era, é chegada a hora em que um novo grupo de heróis deve levantar-se para proteger Lodoss.

Pois, muito bem. O grupo obviamente são os personagens cuja história acompanhamos. A partir dos capítulos seguintes conhecemos um pouco do seu passado até voltarmos ao ponto em que a historia estava no primeiro episódio. Este flashback em episódios é importante para entendermos as motivações dos personagens e seus dramas pessoais o que torna o restante dos episódios mais poderoso, quando enfim, muitas linhas desenvolvidas serão confrontadas e alguns personagens enfrentaram a queda ou redenção.

Mas nada é tão simples na história, mesmo a posição de alguns antagonistas da trama é relativa e a questão de sua vilania deverá ser julgada aos passos que se compreende tudo o que está em jogo. Sim, alguns são vilões consumados, mas outros...será possível definir?

Personagens Principais

Parn, o guerreiro: um jovem de apenas 18 anos que resolve seguir o mesmo caminho trilhado pelo pai. Seu objetivo é ser um cavaleiro de Valis. Durante a série descobre-se que o pai de Parn, Tessius, era um Holy Knight (Cavaleiro Sagrado) que caiu em desonra. Despojado de seu título de nobreza, Tessius foi mandado à frente de batalha, o que causou sua morte.

Etoh, o Clérigo: amigo de infância de Parn. Fiel e companheiro, também age como mediador entre as brigas de Deedlit, a elfa e Ghim, o anão.

Ghim: anão meio rabugento, mas de bom coração.Grande amigo de Slayn.

Slayn: mago calmo e eficiente, mora na mesma vila de Parn e, como todos os outros personagens evolui muito no decorrer da série. No início, ele apenas usa magia para proteção mas, rumo ao final, seus poderes são realmente destruidores.

Deedlit, a Elfa da Luz: (High Elf, tem 160 anos, o que corresponde a mais ou menos 17 anos humanos), é extrovertida, segura, forte, responsável, mas muito ciumenta. Ela é totalmente apaixonada por Parn, tem sempre como objetivo "o combate", nasceu na Forest of No Return (Floresta Sem Retorno) e seus inimigos naturais são os elfos negros da ilha de Marmo.

Woodchuck:'ladrão de 40 anos, foi salvo por Parn e acaba se juntando ao grupo por gratidão. Ele é cômico, desbocado e atrapalhado, mas não é palhaço o tempo todo... na verdade, sabe manejar como poucos as adagas que sempre carrega.

Karla, a Bruxa Cinzenta: uma feiticeira que arquiteta e manipula muito dos acontecimentos. Seus objetivos são misteriosos.

Record of Lodoss War não somente é um clássico obrigatório para jogadores de RPG ou amantes da Fantasia Medieval, mas também é um anime bem feito e empolgante para todos os públicos fãs de anime ou não. Se tiver oportunidade não deixe de conferir!

Vídeo no You Tube:

http://www.youtube.com/watch?v=yiZh1E403Aw

Nenhum comentário:

Postar um comentário