Panacéia dos Amigos

VISITAÇÃO

segunda-feira

Hair. o filme

Nao me recordo exatamente quando vi "Hair" pela primeira vez. Se me não falha a memória foi numa das minhas costumeiras (e felizmente deixadas lá) crises de insônia da minha adolescência. Alta Madrugada, Corujão (ou seria sessão de gala?), E um começo nada promissor para o filme. Um rapaz aparentemente tímido do interior Indo para o Exército, um pai frio e muita cara fechada eo silêncio. Constrangedor, perturbador.

Então, começa. Vem uma cidade grande uma música e uma loucura. Hippies por toda a parte ... Música, alegria, mensagens e cores. "Esta é a aurora da era de Aquário"!

"Quando a lua está na sétima casa

E Júpiter alinhado com Marte

Então a paz Guiará os planetas

E o amor dirigirá as estrelas

Esta é a aurora da era de Aquário

A idade de Aquário

Aquarius!

Aquarius!

Harmonia e compreensão

Simpatia e confiança abundando

Nenhuma falsidade ou escárnio

Golding sonhos de vida das visões

Mystic Revelação de cristal

E a verdadeira libertação da mente

Aquarius!

Aquarius! "

Após esta canção já estava irremediavelmente preso ao filme! A Beleza das letras e canções com mensagens de paz e iluminação, ou então, mensagens e sociais e de comportamento como danças tão repentinas e Belas. O que era aquilo? Que estranho e belo filme Ao mesmo tempo! Afinal, eu ainda Não havia Entrado em contato com musicais e tudo aquilo era estonteante! Nem me recordo se pude assistir o filme completamente, mas não ele saiu de minha cabeça (cuidado tenho de ver um filme que me interesse se não sair da frente da TV e até logo saber o seu nome) depois pude assisti-lo.

Divertido e profundo ao mesmo tempo. Com personagens confusos , atentos e ao mesmo tempo tolos. A apresentação do movimento "flower power" e suas contradições. Afinal, era o amor livre uma estrada para uma consciência cósmica ou um escapismo das Agruras Através do mundo das drogas, sexo e rock'n roll? E uma sociedade que se horrorizava em seus pudores estaria se escondendo com uma máscara de hipocrisia de suas próprias sombras libertinas e tão descontroladas quanto o movimento que desprezavam?

No que passa pela minha mente, ambas as alternativas estão corretas. Sim, a sociedade foi hipócrita ao se horrorizar com uma proposta de libertação oferecida pelo movimento do amor livre e da liberação da mente. Mas, também este movimento não usou honestamente suas ferramentas mais para muito do que fazer uma fuga Através mundo de um sonho que, como todos, um dia acaba.Não houve um verdadeiro desejo de Libertação Através do amor. Uma compreensão profunda de "Tudo que você precisa é amor", ou seja, que todo o universo conquistado poderia ser (ou nada era impossível) através do amor.

Não, infelizmente fuga para uma Maioria uma época, como o desejo de adormecer e sonhar para se Livrar das Agruras de difícil um dia, Mas o fato é que sempre acordaremos no dia seguinte e as reais conquistas só podem ser realizadas com trabalho duro enfrentando um Realidade. Mas, nada foi em vão ... nada. Afinal o sonho nos permitiu desejar melhores dias, Novos Patamares de consciência e convivência ... COM AMOR E PAZ ... E por que não? Eu vou ...!

Mas, esta convivência começa pelas "pessoas Sala de Jantar da" na complementação das diferenças com os outros e não arduo acerto de contas que devemos a nós mesmos. Sem fugas ou temores. Enfrentando Dores e experimentando a cura. "Conhece a ti mesmo" é uma verdadeira libertação e então sim, Poderemos cantar como Anunciado em "Hair" que esta será a aurora da Era de Águario!

E que assim seja!

You Tube:

http://www.youtube.com/watch?v=4Cq8qKk2aSM

Nenhum comentário:

Postar um comentário