Panacéia dos Amigos

VISITAÇÃO

quarta-feira

Star Trek - O Futuro começa!



Star Trek, Jornada nas Estrelas! Eu era ainda um garoto quando assisti o primeiro filme Baseado nesta série ICÔNICA. Apesar de que uma temática do universo ST não seja tão palatável para uma criança me identifiquei de imediato (embora não tenha compreendido totalmente), afinal, meu universo infantil estava repleto de viagens pelo espaço fosse pelas aventuras da Patrulha Estelar (Yamato),pela série COSMOS de Carl Sagan ou em séries japonesas live action como Spectreman, Família Ultra,Vingadores do espaço, Rôbo Gigante.Mais tarde pude assistir a clássica série e compreendi adiante o encanto ea fascinação que foram despertados na época. 

Afinal, a ciência pode ser uma arte tão fascinante quanto QUAISQUER chaves do oculto ela é, simplesmente, uma ferramenta para compreensão do universo. Além de nos levar uma uma jornada que ia "audaciosamente aonde nenhum homem jamais esteve", com novos mundos, leis de Astrofísica biologia, psicologia sendo debatidos em meio a aventuras interestelares ainda fomos Apresentados a personagens inesquecíveis como James T. Kirk, Spock, Dr. McCoy, Uhura, Sulu, Chekov, Scott e outros .


Entre nós, tive dificuldades em aceitar uma nova geração, mas afinal aceitei a partir do terceiro ano e do filme "Primeiro Contato". Ainda assim, sentia falta dos velhos ícones.Diante disso, foi evidente que fiquei feliz pela filmagem com uma nova tripulação clássica e como todo fã que se preze fiquei temeroso. A escolha de JJ Abrams não foi um consolo ... de minha parte Missão Impossível é irrelevante e não gosto de "Lost" (ainda escreverei um post a respeito).


Acabei não me inteirando muito sobre o roteiro, mas a escolha de Zachary Quinto (o Sylar, da série "Heroes") parecia um bom sinal, os outros atores também pareciam capazes de realizar seus papéis. Li uma matéria na SET e aguardei uma oportunidade de assistir com meus próprios olhos.



Efetivamente, assisti ao filme e felizmente quando terminei tinha um sorriso de orelha a orelha! Claro que puristas reclamarão de uma coisa ou outra, portanto , vou defender meu ponto de vista tentando não entregar muito da história.

Primeiro e mais importante: A história é muito boa. Podemos discordar de detalhes, mas não comprometem o todo. Além disto, a primeira num prólogo seqüência conta, que a origem de um dos personagens principais, é empolgante e emocional na medida certa com honra merecendo figurar na mitologia de Star Trek!


Segundo: A trama que segue a linha ST de ficção científica é interessante porque abre o viés perfeito por onde o diretor pode reinventar o que quiser em sua abordagem deste clássico. Me diverti percebendo como ele usou características próprias do ícone em favor de sua liberdade criativa.

Terceiro: Embora respeitando uma essência da série, ele alterou o ritmo. Portanto, temos mais ação do que estamos habituados em ST. Muitos Irão reclamar, mas eu gostei. Não houve exageros, e as cenas realizadas com excelentes efeitos são de tirar o fôlego. Creio que o filme soube equilibrar o passado e o presente para apresentar ST para o público atual.


Quarto: Os atores estiveram bem, nenhum talento shakesperiano , mas com respeito cumpriram seus papéis. Especialmente Zachary, fã confesso, que estava claramente feliz por estar no papel de Spock.


Quinto: A participação de um dos atores da série clássica foi uma homenagem justa e bem feita. Colocado num ponto crucial da trama, essa participação é nostálgica e ao mesmo tempo abre as portas do futuro para uma nova / velha geração seguir sua jornada pelas estrelas.


Um bom filme para Fanáticos e neófitos da série! Unam-se a novas aventuras da tripulação da USS Enterprises! Paz e Prosperidade! 

You Tube:

Nenhum comentário:

Postar um comentário