Panacéia dos Amigos

VISITAÇÃO

terça-feira

Códigos de Nag Hammadi

NAG HAMMADI - Pequena localidade no Alto Egito, onde em 1945, o camponês Muhammad Ali as-Salmman, encontrou um grande pote vermelho de cerâmica, contendo 13 livros de papiro encadernados em couro.

No total descobriram cinquenta e dois textos naquele sítio. Na primeira análise, para surpresa do Dr. Quispel, a primeira linha traduzida do copta foi: "Essas são as palavras secretas que Jesus, O Vivo, proferiu, e que seu gêmeo, Judas Tomé, anotou". Os manuscritos, hoje conhecidos como Evangelhos Gnósticos, ou Apócrifos (Apocryphom literalmente livro secreto), revelam ensinamentos, apresentados segundo perspectivas bastante diversas daquelas dos Evagelhos Oficiais da Igreja Romana; como por exemplo este trecho atribuído a Jesus, o Vivo: "Se manifestarem aquilo que têm em si, isso que manifestarem os salvará. Se não manifestarem o que têm em si, isso que não manifestarem os destruirá". Além dos Evangelhos (ensinamentos atribuídos a Jesus Cristo através de seus apóstolos) outros textos compõem o legado de Nag-Hammadi, de cunho teológico e filosófico. Os papiros encontrados em Nag-Hammadi, tinham cerca de 1.500 anos, e eram traduções em copta de manuscritos ainda mais antigos feitos em grego e na língua do Novo Testamento, como constatou-se, ao verificar que parte destes manuscritos tinham sido encontrados em outros locais, como por exemplo alguns fragmentos do chamado Evangelho de Tomé. As datas dos textos originais estão estimadas entre os anos 50 e 180, pois em 180, Irineu o bispo ortodoxo de Lyon, declarou que os hereges "dizem possuir mais evangelhos do que os que realmente existem". Acredita-se que os manuscritos foram enterrados por volta do século 4, quando na época da conversão do imperador Constantino, os bispos católicos, passaram ao poder e desencadearam uma campanha contra as heresias. Então, algum monge do mosteiro de São Pacômio, nas cercanias de Nag-Hammadi, tomou os livros proibidos e os escondeu no pote de barro, onde permaneceram enterrados por 1.600 anos! Códigos de Nag-Hammadi (Catalogados em Inglês)

Codex I. 1.The Prayer of the Apostle Paul. 2.The Apocryphon of James. 3.The Gospel of Truth. 4.The Treatise on the Ressurrection. 5.The Triparite Tractate. II. 1.The Apocryphon of John. 2.The Gospel of Thomas. 3.The Gospel of Philip. 4.The Hypostasis of the Archons. 5.On the Origin of the world. 6. The Exegesis on the soul. 7.The Book of Thomas the contender. III. 1.The Apocryphon of John. 2.The Gospel of the Egyptians. 3.Eugnostos the Blessed. 4.The Sophia of Jesus Christ. 5. The Dialogue of the Saviour. IV. 1.The Apocryphon of John. 2. The Gospel of the Egyptians. V. 1.Eugnostos the Blessed. 2.The Apocalypse of Paul. 3.The first apocalypse of James. 4.The second apocalypse of James. 5.The Apocalypse of Adam. VI. 1.The Acts of Peter and the twelve apostles. 2.Thunder, Perfect mind. 3.Authoritative Teaching. 4.Concept of our great Power. 5.Plato`s Republic 588a-589b. 6.Discourse on the eight and the ninth. 7.The Prayer of thanksgiving. 7a. Scribal Note. 8. Asclepius 21-29. VII. 1.The Paraphrase of Shem. 2.The Second treatise of the Great Seth. 3.The Apocalypse of Peter. 4.The Teachings of Silvanus. 5.The Three Steles of Seth. VIII. 1.Zostrianos. 2.The Letter of Peter to Philip. IX.

1.Melchizedek 2.The Thought of Norea. 3.The Testimony of Truth. X. 1.Marsanes. XI. 1.The Interpretation of Knowledge. 2.An Valentinian Exposition. 2a.On the Anointing. 2b.On the Baptism A. 2c.On the Baptism B. 2d.On the Eucharist A. 2e. On the Eucharist B. 3.Allogenes. 4.Hypsiphrone. XII.1.

The Sentences of the Sextus. 2.The Gospel of Truth. 3.Fragments XIII. 1.Trimorphic Protennoia. 2.On the Origin of the world.

Fonte de pesquisa: Sites da Internet

2 comentários:

  1. Sempre muito interessante o tema. A propósito, não sei se é a única tradução em português, mas pelo menos é muito boa, a contida em "O Evangelho Gnóstico de Tomé", de Hermínio C. Miranda. Além do texto traduzido dos logion, há os comentários bastante pertinentes do autor, que inclusive compara a visão de mundo gnóstica com a pauliniana (ambas tem muitos pontos de contato). Parabéns novamente!

    ResponderExcluir
  2. fantastico!!!
    sem muitos comentarios, é muito bom poder estar até aqui com suas ideias, Paulo...valeu

    ResponderExcluir