Panacéia dos Amigos

VISITAÇÃO

terça-feira

Madredeus

Os Madredeus são o grupo musical português que atingiu maior projeção em todo o mundo. A sua música é uma feliz combinação das influências da música tradicional portuguesa , música erudita e música popular contemporânea, inclusive a música popular brasileira (especialmente a bossa nova). Muito embora a musicalidade do grupo sempre tenha sido, erroneamente, referida como fado, gênero musical português mais conhecido , o grupo jamais se descreveu desta forma, sem , no entanto, negar uma aproximação do "espírito musical" do fado.
Os Madredeus no ínicio de carreira

Foram vinte anos de carreira, nos quais lançaram 14 álbuns e estiveram em turnê em 41 países - incluindo a Coréia do Norte e um festival de música na Noruega, dentro do círculo polar ártico. Em 28 de novembro de 2007, porém, o anúncio da saída de Teresa Salgueiro, Fernando Júdice e José Peixoto tomou os fãs do grupo de surpresa. Pedro Ayres Magalhães declarou que o futuro do grupo é incerto e que, na opinião dele, torna-se difícil pensar em um retorno sem a presença de Teresa Salgueiro, cuja voz tornou-se emblemática para os Madredeus.

Tive a oportunidade de assisti-los em duas ocasiões , uma na cidade de Sorocaba e outra no Parque do Ibirapuera. Em especial, a de Sorocaba me marcou mais profundamente, pois, foi a primeira vez que tive oportunidade de assistir uma apresentação ao vivo do grupo e além disso, fiquei muito próximo do palco.

Madredeus é arrebatador. Suas melodias e a voz de Teresa tem algo de divino. Não há exagero nisso.

É um trabalho repleto de graça e inspiração. Procurem conhecer! Madredeus, acreditem, é pura panacéia essencial!

Fonte de pesquisa: Wikipédia

Discografia:

* Os Dias da MadreDeus (1987) * Existir (1990) * Lisboa (1992, ao vivo, gravado no Coliseu dos Recreios em Lisboa) * O Espírito da Paz (1994) * Ainda (1995, banda sonora do film Lisbon Story de Wim Wenders) * O Paraíso (1997, primeiro álbum com a atual formação do grupo) * O Porto (1998, ao vivo, gravado no Coliseu do Porto) * Antologia (2000, coletânea com duas canções inéditas) * Movimento (2001) * Palavras Cantadas (2001, coletânea direcionada ao público brasileiro e abrangendo o trabalho do grupo entre os anos de 1990 e 2000) * Electronico (2002) - releitura eletrônica de vários temas do grupo * Euforia (2002, ao vivo, com a participação da Flemish Radio Orchestra) * Um Amor Infinito (2004) * Faluas do Tejo (2005)

Videografia:

* Les Açores de Madredeus (1995) - documentário francês sobre o Madredeus filmado nos Açores, em VHS e DVD * Lisbon Story (1995) (Viagem a Lisboa, Portugal; O Céu de Lisboa, Brasil) - filme escrito e dirigido por Wim Wenders, em VHS e DVD * O Espírito da Paz (1998) - VHS * O Porto (1998) - concerto ao vivo no Coliseu do Porto, em VHS * Euforia (2002) - concerto ao vivo do Madredeus com a Flemish Radio Orchestra, em DVD * Mar (2006) - registro da apresentação do Madredeus e do Lisboa Ballet Contemporáneo, em DVD

Link vídeos:

Vídeo : http://www.youtube.com/watch?gl=BR&hl=pt&v=4z1l3Mop0_A Haja o que houver

http://www.youtube.com/watch?v=hCUOQYruotI Ao longe o mar

http://www.youtube.com/watch?v=wkqG_scf_2g O Paraíso

Um comentário:

  1. Fala Brother!

    Sabe as vezes é bom fazer propaganda! Pow achei seu blog as escuras, puro susto.
    Estava lendo sobre o Madredeus e a descrição dos shows e pensando puts olha só eu estava lá tbm. Qdo vejo a autoria do post...bahh meu irmão..essa foi foda hahahaha.
    Ae irmãozinho só faltou citar o seu brother como grande fã do grupo porra!

    ResponderExcluir