Panacéia dos Amigos

VISITAÇÃO

segunda-feira

Jesus e o Leproso

Nos tempos de Jesus, houve um leproso que ouvira falar de suas curas milagrosas e decidira ir ao encontro do mestre. Como todos em sua condição ele tocava um sino que alertava os outros de sua infecta presença para que se escondessem.
Mas, uma mulher, ao contrário, saiu ao seu encontro, deu-lhe de comer e beber e a esta boa alma ele contou suas intenções. A mulher sorriu e disse que com certeza se conseguisse se aproximar de Jesus este o curaria. Mal sabia o leproso que estava na própria casa do mestre e falara com Maria, sua mãe. Tempos depois, Maria ouve o sino novamente e encontra o mesmo leproso, ela pergunta o que aconteceu, se ele não havia encontrado Jesus para ser curado, então ele lhe conta a seguinte historia: “ Encontrei os seguidores e fui com eles, e eram milhares, milhares. Vi o mestre distante e seria muito difícil ficar próximo, eram muitos os doentes que se aproximavam, pedindo curas, agarrando-o , implorando. Resignei-me e fiquei a ouvir suas palavras. Ele começou a falar e de repente, suas palavras me trouxeram o entendimento, a paz, um amor que nunca havia sentido. Fiquei tão envolvido por aquelas palavras que quando percebi, incrivelmente Jesus caminhava em minha direção , e logo estava a minha frente curando as pessoas que lhe pediam, e elas saiam curadas e tão felizes. Então, Jesus se virou para mim e disse: E VOCE , MEU FILHO, O QUER DE MIM? Então, eu lhe respondi: NADA. NADA MESTRE, Após te ouvir eu não preciso de mais nada. Ele sorriu para mim e continou seu caminho. Agora, minha boa senhora, devo ir , tenho pressa de chegar ao vale dos leprosos e contar a todos a boa – nova. Adeus e que Jesus te abençoe.”

Nenhum comentário:

Postar um comentário