Panacéia dos Amigos

VISITAÇÃO

terça-feira

Músico Chris de Burg e a Dama de Vermelho



No começo dos anos oitenta , o cantor e compositor Chris de Burg fez sucesso com uma música chamada Lady In Red , cuja tradução é esta : “Dama de Vermelho”. Eu nunca vi você parecer tão encantadora como esta noite, Eu nunca vi você brilhar tanto. Eu nunca vi tantos homens Perguntarem-te se você queria dançar, Eles estão procurando por um pouco de romance. Concedida meia-chance... 
E eu nunca vi esse vestido que você está usando, Ou esses realces no seu cabelo Que atraem seus olhos. Eu estava cego... Refrão: A dama de vermelho está dançando comigo De rosto colado. Não tem ninguém aqui, É apenas você e eu. É onde eu quero estar... Porém eu mal reconheço esta beldade ao meu lado. Eu nunca esquecerei o jeito como você se parece esta noite. Eu nunca vi você parecer tão deslumbrante como esta noite, Eu nunca vi você brilhar tanto, você estava incrível... Eu nunca vi tantas pessoas..
Desejarem estar lá ao seu lado, E quando você se virou para mim e sorriu Isso me tirou o fôlego... E eu nunca tive tal sensação, tal sensação De amor completo e absoluto, como tenho esta noite... ““. O mais interessante de tudo é as lendas que rolam sobre esta música . Reza a lenda que o cantor fez a música baseada na lenda da Dama de Vermelho , que é a história do fantasma de uma moça , que foi estuprada e morta , e que por isto seduz homens em festas com a intenção de mata – los depois . Porém , quando um rapaz vai leva – lá para a casa , ela o leva até o cemitério e diz : - Esta é a minha casa ! Então os sinos da igreja soam , anunciando a meia – noite e neste momento a mulher desaparece na frente do pretendente . 
No começo dos anos oitenta , o cantor Chris de Burg disse a uma revista de música , que compôs a música “Lady In Red” após viver uma experiência sobrenatural . Ele afirmou que , uma vez na sua adolescência , estava numa festa e dançou com uma mulher de vermelho . Assim , pediu para acompanha – lá até em casa . Desta maneira , a moça levou o artista até um cemitério e quando os sinos da igreja anunciaram meia – noite , a mulher sumiu na frente dele . Depois do fato , ele escreveu a música em 1977 e mostrou aos seus amigos , entre eles estava um produtor de filme , que não deu muita importância para a composição . 
Porém , no começo dos anos oitenta , este mesmo produtor estava elaborando a trilha sonora para um filme chamado : A Dama de Vermelho , lembrou – se de Chris de Burg e chamou o cantor para fazer parte da trilha sonora . Atualmente , o clipe desta música encontra – se no Youtube e ele algumas faz referências sobre a lenda : pois a mulher de vermelho aparece do nada e some do nada ..

sexta-feira

Água morna com limão






Já vimos em revistas, programas de TV, nas dietas dos famosos, mas afinal, quais são os reais benefícios de beber água morna com limão?

1 - A água morna com limão ajuda a "limpar" e estimular o fígado, auxiliando na desintoxicação e manutenção do peso e da saúde

2 - Ajuda na digestão. A composição do limão é parecida com a composição da saliva e do suco gástrico.

3 - O fígado produz mais enzimas se tomarmos água com limão do que qualquer outra comida, segundo A. F. Beddoe, autor de Biological Ionization as Applied to Human Nutrition.

4 - Ajuda seu intestino a limpar e eliminar impurezas, fazendo seu intestino funcionar melhor, diminuindo sintomas de gases e inchaço por exemplo

5 - O limão é rico em potássio, que está ligado ao sistema nervoso central e ao coração

6 - O magnésio é outro mineral presente no limão, ajudando na produção adequada de sucos gástricos, contrações musculares, bom funcionamento do coração

7 - Água com limão pode ajudar a baixar a pressão arterial

8 - Essa mistura tem capacidade de alcalinizar seu sangue, aumentando o pH, o que hoje sabe-se ser importante para o bom funcionamento do corpo como um todo e a prevenção de doenças. Alimentos processados, dietas ricas em carnes e lacticíneos produzem efeito contrário, abaixam o pH, deixando seu sangue mais ácido

9 - Ajuda a "diluir" o ácido úrico

10 - Ajuda na diminuição de muco no corpo.

Vale ressaltar que algumas pessoas tem intolerâncias ao limão, algum tipo de alergia, isso pode se manifestar na pele (como dermatites por exemplo) ou distúrbios gastrointestinais, por isso fique atento!

Como e quando fazer?
A melhor forma de aproveitar os benefícios dessa mistura é espremendo 1/2 limão em uma xícara de água morna e tomando pela manhã, com o estômago vazio, espere pelo menos 30 minutos para tomar seu café da manhã. Se você não tem tempo para isso, pode fazer antes de dormir ou até mesmo logo antes das refeições. Repita a dose 1 ou 2x ao dia, conforme a tolerância do se paladar e do seu corpo.

Fonte: www.naturalnews.com

quarta-feira

Artista cria versões medievais dos X-Men



O artista Nate Hallinan reimagina os X-Men na Idade Média em desenhos feitos entre seus trabalhos profissionais. Veja abaixo os mutantes rebatizados como “A Ordem de X”.

 
Tempestade mais parecendo mais bruxa do que mutante em sua versão medieval



 
Fera ficou ao mesmo tempo com com ares de mago, druida e urso



Colossus vira um ferreiro gigante na versão do artista


 
Ciclope usa um par de óculos diferente em sua versão da Idade Média


 
Jean Grey vestida como arqueira, com o detalhe da fênix no peito


 
Noturno como um ladrão sorrateiro



Wolverine virou um anão, no desenho ainda no estágio conceitual


 
O professor Charles Xavier se torna um lorde e sua cadeira de rodas um trono..

Fonte: UOL Entretenimento

terça-feira

Anjos e sua atuação




A palavra anjo pode ser definida da forma mais ampla possível, conforme a cultura que preserva sua crença. No latim angelus ou no grego angelos destaca-se o papel do ser que anuncia uma mensagem, do que se deduz que ele seria o intermediário entre o Homem e Deus. Em hebraico ele é conhecido como malak; entre os japoneses é intitulado kami; no hinduísmo é o deva; na era ancestral do Irã esta criatura é nomeada Daena ou Fravarti; Sócrates mencionava o Daimon, assim como os antigos gregos se referiam aos Gênios.

Os seres angelicais integram uma vasta hierarquia composta por três tríades. A primeira engloba os Serafins, entidades mais elevadas e íntimas do Criador, as quais irradiam a divindade em sua potência máxima e estão diante do Trono Divino, neles brilha a chama da caridade; os querubins, criaturas enigmáticas, às vezes representadas entre os antigos como figuras metade humanas, metade animais, geralmente apontadas como guardiãs do reino de Deus, plenas de Seu amor; os Tronos ou Ofanins, comumente conhecidos como ‘anciãos’, pois são associados aos 24 idosos que se lançam eternamente aos pés do Senhor, simbolizam o poder sagrado, a humildade e a purificação.

A segunda tríade compreende os príncipes do céu. Às Dominações cabe estabelecer as normas que envolvem as tarefas dos anjos que se encontram abaixo delas na hierarquia, atribuindo-lhes seus respectivos papéis e mistérios nos trabalhos da Criação; elas também comandam o rumo dos países terrenos. As Virtudes têm como função preservar a direção das estrelas para que o Universo não perca sua eterna harmonia; elas conduzem os outros seres na realização de suas missões e mantêm distantes das nações as entidades que ainda percorrem o caminho do mal; estão próximas dos heróis e são as fontes dos milagres.

As Potestades ou Potências são as representantes da ordem divina, as mensageiras da consciência humana, as tecelãs da história da humanidade e de suas memórias coletivas; nelas o Homem encontra tudo que esteja incluso nos pensamentos elevados, desde os ideais até o plano ético. Estes anjos são também os soldados do Criador, protetores dos animais e os responsáveis pela vida e pela morte.

A Terceira Tríade inclui os anjos mais próximos do Homem, e por isso mesmo aptos a orientá-los na jornada material. Os Principados estão submissos às diretrizes traçadas pelas Dominações e Potestades, as quais eles devem enviar às esferas evolutivas subalternas; portam os tradicionais símbolos da angelitude, a coroa e o cetro. Eles zelam pelos municípios, pelas nações e por toda a Natureza.

Os arcanjos ou anjos principais são muito famosos nas Escrituras Sagradas, principalmente por abrigarem os representantes mais conhecidos da Humanidade, Miguel, Rafael e Gabriel. A Igreja Ortodoxa considera mais quatro seres desta categoria, Uriel, Ituriel, Amitiel e Baliel, combatentes que se opõem aos anjos caídos, os Nefilim. Eles atuam como elos de ligação entre Principados e Anjos; são verdadeiramente os mensageiros do Senhor.

Os anjos são as entidades celestiais que estão mais perto do Homem; na escala evolutiva eles se encontram no estágio logo acima do que compete ao ser humano atravessar; em alguns momentos estes seres se revelam à Humanidade, quando são incumbidos de desígnios do Criador; textos hebraicos de tradição mística referem-se constantemente a eles, atribuindo-lhes dons sobrenaturais.

Outras tradições religiosas e culturais também concebem a existência dos anjos; cada uma tem sua própria concepção destas criaturas, distinta da cultivada pelo Cristianismo. Budistas e hindus os vêem igualmente como criaturas cheias de luz; algumas podem comer e beber, além de terem o dom de assumir vestes materiais para se manifestarem. Os islâmicos classificam estas entidades em dois grupos, o dos bons e o dos maus..

Por Ana Lucia Santana

Fontes:
http://www.infoescola.com/religiao/anjo-historia-e-definicao/
http://solascriptura-tt.org/Angelologia/Angelologia-LazaroDeAssis.htm
http://www.lesamisdegittamallasz.org/index.php?option=com_content&view=article&id=67&Itemid=53&lang=br
http://pt.wikipedia.org/wiki/Anjo

segunda-feira

Hierarquia Angelical





Serafins
A categoria angelical mais próxima de Deus. Apesar de Anjo não ter sexo nem idade, os Serafins são considerados os mais velhos de todos os Anjos. São entidades superiores que conhecem a infinita bondade. Seus deveres são velar, adorar e louvar à Santíssima Trindade, assim como propagar o Princípio da Vida Universal e manifestar a gloria de Deus. Possuem poderes de purificação e iluminação. O Príncipe desta categoria chama-se METRATON, ele governa todas as forças da criação em beneficio dos habitantes da Terra. Reúne nas mãos o esplendor das sete estrelas. Os Serafins constituem do 1º ao 8º gênio, para estar em contato chamam-lhe a atenção livros e limpeza. Eles são oito: 1-VEHUIAH, 2-JELIEL, 3-SITAEL, 4-ELEMIAH, 5-MAHASIAH, 6-LELAHEL, 7-ACHAIAH, 8-CAHETHEL. Os Serafins são representados normalmente com seis asas e rodeados de fogo.
Querubins
Recebem os raios da Divina Sabedoria de Deus e são responsáveis pela ordenação do caos universal. Oferecem aos homens o conhecimento e as idéias. Acredita-se que o trono do Papa é guardado por 4 Querubins. O Príncipe desta categoria chama-se RAZIEL, que é o Anjo dos mistérios, o príncipe do conhecimento e guardião da originalidade. São os bebes, retratados com simpatia e graça pelos pintores. Os Querubins constituem do 9º ao 16º gênio, para estar em contato chamam-lhe a atenção doces e crianças. Os querubins são oito: 9-HAZIEL, 10-ALADIAH, 11-LAOVIAH, 12-HAHAHIAH, 13-YESALEL, 14-MEBAHEL, 15-HARIEL, 16-HEKAMIAH. Os Querubins são representados por uma criança gordinha, bochechuda, com jeito de garoto moleque e travesso
Tronos
Possuem uma essência muito pura e zelam pelo trono de Deus, oferecendo ao homem o sentido de união. Recebem de Deus as ordens para depois comunicá-las às dominações e a outros espíritos de menor poder. O Príncipe desta categoria chama-se TSAPHKIEL (Auriel), que simboliza as forças criativas em ação, ajuda-nos a contemplar o futuro e é associado com a Terra. Os Tronos constituem do 17º ao 24º gênio, para estar em contato chamam-lhe a atenção música. Anjos da qualidade trono: 17-LAUVIAH, 18-CALIEL, 19-LEUVIAH, 20-PAHALIAH, 21-NELCHAEL, 22-IEIAIEL, 23-MELAHEL, 24-HAHEUIAH. Os Tronos são representados como Anjos jovens, bonitos, que levam nas mãos um instrumento musical como a Harpa, a Citara ou uma Trombeta.
Dominações
São considerados de qualidade dominante, fazem cumprir a vontade do Senhor em todos os seres celestiais. Aspiram à verdadeira soberania. Despertam no homem a força para vencer o inimigo interior. O Príncipe desta categoria chama-se TSADKIEL (Uriel), que auxilia nas emergências e processos de todas as naturezas, é o príncipe da profecia e da inspiração. Traz ideais transformadores para concretizar as metas das pessoas fracas e desanimadas. Eles constituem do 25º ao 32º gênio, para estar em contato chamam-lhe a atenção velas e oráculos. Anjos da qualidade das dominações: 25-NITH-HAIAH, 26-HAAIAH, 27-IERATHEL, 28-SEHEIAH, 29-REYEL, 30-OMAEL, 31-LECABEL, 32-VASARIAH. Eles trazem como símbolo o cetro e a espada, representam a autoridade e o poder divino sobre toda a criação.
Potências
Tem o grande objetivo de proteger todos os seres humanos do poder maligno e destrutivo do demônio. São responsáveis pela ordem e pelos quatros elementos: Água, Terra, Fogo e Ar. Quando invocados, interferem contra todas as tentações. O Príncipe desta categoria chama-se KAMAEL, que interfere nas relações interpessoais e disciplinadoras. É o príncipe encarregado de receber as influências de Deus, para transmiti-las aos Anjos dessa categoria. Eles constituem do 33º ao 40º gênio, para estar em contato chamam-lhe a atenção animais. Anjos da qualidade da potência: 33-IEHUIAH, 34-LEHAHIAH, 35-CHAVAKIAH, 36-MENADEL, 37-ANIEL, 38-HAAMIAH, 39-REHAEL, 40-IEIAZEL. Eles trazem como seu símbolo a espada flamejante.
Virtudes
São representados pelo Reino Mineral e pelas leis que regem a criação e considerados orientadores das pessoas, de acordo com a vontade Divina. Traduzem o desejo de Deus e oferecem ao homem discernimento. Eles tem o poder de acalmar a fúria da natureza, como tempestades, maremotos e terremotos. Trabalham com milagres. O Príncipe desta categoria chama-se RAPHAEL, que é o auxiliador dos trabalhos de cura, ele é a medicina de Deus. Será ele quem conduzirá a nova geração para o ano 2000 e deverá remediar os males da humanidade. Eles constituem do 41º ao 48º gênio, para estar em contato chamam-lhe a atenção aromas. Anjos da qualidade das virtudes: 41-HAHAHEL, 42-MIKAEL, 43-VEULIAH, 44-YELAIAH, 45-SEALIAH, 47-ASALIAH, 48-MIHAEL. Eles pode ser representadas levando na mão um cajado ou um bastão.
Principados
São os protetores das comunidades e responsáveis pelo reino vegetal. Cada país, município, bairro ou igreja tem um vigilante para defesa e amparo geral. Os principados vigiam os lideres de todos os povos, seus protegidos tem facilidade de encontrar solução para os problemas. O Príncipe desta categoria chama-se HANIEL, que ajuda a resolver todos os problemas de amor, é invocado contra as forças do mal. Eles constituem do 49º ao 56º gênio, para estar em contato chamam-lhe a atenção cristais. Anjos da qualidade dos principados: 49-VEHUEL, 50-DANIEL, 51-HAHASIAH, 52-IMAMAIAH, 53-NANAEL, 54-NITHAEL, 55-MEBAHIAH, 56-POIEL. Eles são conhecidos pelo cetro e pelas cruzes que trazem nas mãos.
Arcanjos
São os lideres entre os Anjos. Deus confia a essas criaturas celestiais, missões extraordinárias e revelações acima da compreensão humana. Deus enviou o Arcanjo Gabriel para dar a notícia à Maria de que ela seria mãe de Cristo. As pessoas abençoadas pelos Arcanjos são religiosas de caráter impecável. O Príncipe desta categoria chama-se MIKAEL (MIGUEL), seu nome é um grito de batalha, invocado para coragem, defesa forte e proteção divina. Todo primeiro domingo de cada mês, às 10 horas, o Arcanjo Mikael, está mais próximo da Terra. Eles constituem do 57º ao 64º gênio, para estar em contato chamam-lhe a atenção flores. Anjos da qualidade arcanjos: 57-NEMAMIAH, 58-IEIALEL, 59-HARAHEL, 60-MITZRAEL, 61-UMABEL, 62-IAH-HEL, 63-ANAUEL, 64-MEHIEL. Os Arcanjos levam nas mãos uma espada e um escudo.
Anjos
Encarregados de orientar e influenciar os homens no caminho da vida. São seres de luz, responsáveis pelo desenvolvimento espiritual dos humanos. Não ocupam atribuições ou postos especiais no exercício celestial. As pessoas sob o domínio dos Anjos gostam de liberdade, não tem apego ao dinheiro, são bem-humoradas e inteligentes. O Príncipe desta categoria chama-se GABRIEL, é o Anjo da esperança.Eles constituem do 65º ao 72º gênio, para estar em contato chamam-lhe a atenção frutas. Anjos: 65-DAMABIAH, 66-MANAKEL, 67-AYEL, 68-HABUHIAH, 69-ROCHEL, 70-YABAMIAH, 71-HAIAIEL, 72-MUMIAH. Não existe uma representação especial para eles, tomam a forma com que você os imagina.
Gênios da Humanidade
São considerados uma divindade karmática, com missão de guardar a humanidade e após estudar as características de cada Anjo, poderá escolher aquele com o qual melhor se identificar, para ser seu Anjo guardião..

sexta-feira

Anjo Melahel




O Anjo:  Este anjo protege contra as armas e os assaltos. Domina a beleza e auxilia a viajar a salvo. Exerce influência sobre a natureza, especialmente o plantio e conhecimento sobre ervas para cortar todos os males do corpo.

Influência:  Quem nasce sob esta influência, é absolutamente correto, gosta de tudo colocado em ordem e nunca adia o que deve ser feito. Tem o domínio da comunicação, expressa com clareza seus sentimentos, embora possa parecer tímido e introvertido, num primeiro contato com pessoas desconhecidas. Tem fortes premonições, sobre fatos que acontecem quando menos se espera. A filosofia espiritualista o atrai, é um iluminado. Será audacioso, capaz de empreender expedições diferentes e perigosas e executar trabalhos exóticos. Será um ecologista ativo, expert em plantas curativas. Terá extraordinária intuição para conhecer os problemas das pessoas ou seus segredos mais íntimos, ajudando-as através de seus conhecimentos sobre os segredos das plantas. Acredita que Deus está verdadeiramente presente na natureza.

Profissionalmente:  Poderá ter sucesso como botânico, biólogo, fitoterapeuta, bioquímico, escritor de livros sobre as virtudes das plantas e em qualquer atividade relacionada com as plantas e a natureza. Como hobby, poderá viver em chácaras ou fazendas cultivando plantas exóticas e/ou medicinais.


Categoria: Tronos,
Príncipe: Tsaphkiel,
Região do corpo: Intestinos e baixo ventre,
Metal: Mercúrio,
Pedras preciosas: Esmeralda,
Perfume: Sândalo branco,
Planta Olmo,
Flor: (Glória da Manhã),
Planeta: Mercúrio,
Cor: Amarelo,
Elemento: Terra,
Palavra-chave: Razão,
Protege os dias: 11/04 – 23/06 – 04/09 -16/11 – 28/01,
Número de sorte: 7,
Mês de mudança: julho,
Carta do tarô: O carro,
Está na Terra presente de 7:20 às 7:40 da manhã,
Salmo 120..

quinta-feira

Os Essênios – Parte I





Abril de 1947, no vale de Khirbet Qumran, junto às encostas do Mar Morto, Juma Muhamed, pastor beduíno da região, recolhia seu rebanho quando ao seguir atrás de uma ovelha desgarrada percebeu que havia uma extensa fenda entre duas rochas. Curioso, atirou uma pedra e ouviu o ruído de um vaso se quebrando. No vaso, encontrou pergaminhos. Este momento caracterizou-se como um marco para o mundo arqueológico: A Descoberta dos Manuscritos do Mar Morto.Desde então, a tradução e divulgação do seu conteúdo tem atraído atenção mundial, e uma grande expectativa tem se instaurado quanto a possíveis segredos ainda não revelados.Foram encontrados em 11 cavernas, nas ruínas de Qumran, centenas de pergaminhos que datam do terceiro século a.C até 68 d.C., segundo testes realizados com carbono 14. Os Manuscritos do Mar Morto foram escritos em três idiomas diferentes: Hebreu, Aramaico e Grego, totalizando quase mil obras. Eles incluíam manuais de disciplinas, hinários, comentários bíblicos, escritos apocalípticos, cópias do livro de Isaías e quase todos os livros do Antigo Testamento. De acordo com os estudiosos, os Manuscritos estão divididos em três grupos principais: Sectários, Apócrifos e Bíblicos. Os Bíblicos reúnem todos os livros da Bíblia, exceto Ester, no total 22 livros. Os Apócrifos são os livros sagrados excluídos da Bíblia, e, finalmente os Sectários que são pergaminhos relacionado com a seita, incluindo visões apocalípticas e trabalhos litúrgicos.

No livro "As doutrinas secretas de Jesus", o autor H. Spencer Lewis, F.R.C., Ph.D., cita na pág. 28 a referência (chave 15): "Essa sociedade secreta (sociedade secreta de Jesus) pode ou não ter sido afiliada aos essênios, outra sociedade secreta com que Jesus estava bem familiarizado" (*);.
A descoberta dos Pergaminhos do Mar Morto confirmou a referência feita pelo autor aos essênios e seus ensinamentos secretos, que precederam o cristianismo e que Jesus deve ter conhecido bem. Um relatório parcial sobre essa descoberta, do arqueólogo inglês G. Lankester Harding, Diretor do Departamento de Antiguidades da Jordânia, diz o seguinte:"A mais espantosa revelação dos documentos essênios até agora publicada é a de que os essênios possuíam, muitos anos antes de Cristo, práticas e terminologias que sempre foram consideradas exclusivas dos cristãos. Os essênios tinham a prática do batismo, e compartilhavam um repasto litúrgico de pão e vinho presidido por um sacerdote. Acreditavam na redenção e na imortalidade da alma. Seu líder principal era uma figura misteriosa chamada o Instrutor da Retidão, um profeta-sacerdote messiânico abençoado com a revelação divina, perseguido e provavelmente martirizado."

"Muitas frases, símbolos e preceitos semelhantes aos da literatura essênia são usados no Novo Testamento, particularmente no Evangelho de João e nas Epístolas de Paulo. O uso do batismo por João Batista levou alguns eruditos a acreditar que ele era essênio ou fortemente influenciado por essa seita. Os Pergaminhos deram também novo ímpeto à teoria de que Jesus pode ter sido um estudante da filosofia essênia. É de se notar que o Novo Testamento nunca menciona os essênios, embora lance freqüentes calúnias sobre outras duas seitas importantes, os saduceus e os fariseus." Todos esses documentos foram preservados por quase dois mil anos e são considerados o achado do século, principalmente porque a Bíblia, até então conhecida, data de uma tradução grega, feita pelo menos mil anos depois da de Qumran. Hoje, os Manuscritos do Mar Morto encontram-se no Museu do Livro em Jerusalém. O nome Essênios deriva da palavra egípcia Kashai, que significa "secreto". Na língua grega, o termo utilizado é "therepeutes", originário da palavra síria "asaya", que significa médico.

A organização nasceu no Egito nos anos que precedem o Faraó Akhenathon, o grande fundador da primeira religião monoteísta, sendo difundida em diferentes partes do mundo, inclusive em Qumran. Nos escritos dos Rosacruzes, os Essênios são considerados como uma ramificação da "Grande Fraternidade Branca". Segundo estudiosos, foi nesse meio onde passou Jesus, no período que corresponde entre seus 13 e 30 anos. Alguns estudiosos também acreditam que a Igreja Católica procura manter silêncio acerca dos essênios, tentando ocultar que recebeu desta seita muitas influências. Para medir o tempo, os Essênios utilizavam um calendário diferenciado, baseado no Sol. Ao contrário do utilizado na época, que consistia de 354 dias, seu calendário continha 364 dias que eram divididos em 52 semanas permitindo que cada estação do ano fosse dividida em 13 semanas e mais um dia, unindo cada uma delas.
Consideravam seu calendário sintonizado com a "Lei da Grande Luz do Céu". Seu ritmo contínuo significava ainda que o primeiro dia do ano e de cada estação sempre caía no mesmo dia da semana, quarta-feira, já que de acordo com o Gênesis foi no quarto dia que a Lua e o Sol foram criados. Segundo os Manuais de Disciplina dos Essênios dos Manuscritos do Mar Morto, os essênios eram realmente originários do Egito, e durante a dominação do Império Selêucida, em 170 a.C., formaram um pequeno grupo de judeus, que abandonou as cidades e rumou para o deserto, passando a viver às margens do Mar Morto, e cujas colônias estendiam-se até o vale do Nilo. No meio da corrupção que imperava, os essênios conservavam a tradição dos profetas e o segredo da Pura Doutrina. De costumes irrepreensíveis, moralidade exemplar, pacíficos e de boa fé, dedicavam-se ao estudo espiritualista, à contemplação e à caridade, longe do materialismo avassalador. Os essênios suportavam com admirável estoicismo os maiores sacrifícios para não violar o menor preceito religioso..

Fonte: http://www.misteriosantigos.com/essenios.htm