Panacéia dos Amigos

VISITAÇÃO

quarta-feira

Russo

Russo é um músico autodidata que procura resgatar em seu trabalho as influências musicais (Jazz, Rock, Country Americano e Blues), e de estilo (Hippie )dos anos 70.

A primeira vez que vi seu trabalho foi em uma entrevista no Programa do Jô e fiquei impressionado com a sincronia e competência de sua execução musical. Cantando, tocando guitarra, gaita e meia-lua (no pé, marcando ritmo) apresentou canções do Led Zeppelin, Hendrix, Janis Joplin e o melhor (no que me concerne) dos Beatles, entre outras.

É impressionante a sua imitação de Janis Joplin, é quase posssível pressenti-la ali, na apresentação com o músico em toda a sua entrega e energia. É quase um caso de possessão artística, no melhor sentido. Sua execução precisa e fiel aos grandes clássicos demonstra o respeito que ele oferece aos trabalhos que apresenta, um fator importante que sem dúvida agrada aos fãs.

Não obstante o ótimo trabalho Russo é uma “figura” sensacional em si. Alguém que, indiferente a modismos e opiniões, foi atrás de seu próprio sonho. E a qualidade de seu trabalho atesta que ele fez uma feliz opção para ele e para o seu público.

O endereço do site oficial é: http://www.russosite.com/ e-mail: russosite@russosite.com

Considero este um trabalho divertido e bem feito. Vale a pena conhecer.

Vídeo: http://www.youtube.com/watch?v=i4Ojem6IXkc

terça-feira

The Chronicles of Amber - Roger Zelazny

The Chronicles of Amber é uma série de 10 livros escrita por Roger Zelazny, ganhador de diversos prêmios Hugo e Nebula (Premiações para Ficção Científica e Fantasia), que inspirou game e RPG homônimo, além de, uma legião de “seguidores fanáticos” da mitologia em todo mundo.

Roger Zelazny

O personagem principal da história desperta, sem memória, em um hospital, após um acidente de carro. Para o espanto dos médicos o paciente que apresentava um quadro crítico está recuperado de todas as lesões poucas horas depois. Tampouco ele entende o que está acontecendo e resolve fugir do hospital, acaba por descobrir no fichário que foi internado por uma mulher chamada “Flora” e tendo o seu endereço se dirige para lá. É recebido efusivamente por ela que o chama de Corwin e sai, sem maiores explicações, deixando o então Corwin em sua casa. Intrigado com tudo isto, Corwin resolve investigar a casa e numa gaveta encontra um baralho que chama-lhe a atenção. Não é um baralho comum, as figuras desenhadas nele são estranhamente familiares, e parecem vivas...na verdade ele mesmo parece ser uma das figuras!

No decorrer desta fascinante história, Corwin descobrirá que Flora é, de fato, sua irmã, e que ele possui outros irmãos. Na verdade, eles não são humanos, são muito mais do que isso: são deuses! O reino de Amber, onde todos eles vivem, é o reino primordial, surgido a partir do reino do caos. Todos as outras realidades e mundos são sombras de Amber e estão sob controle dos dos habitantes do reino. Corwin, Flora e os outros fazem parte da descendência de Oberon, Rei de Amber. Acontece que Oberon desapareceu há mais de duzentos anos, e assim, Corwin seria seu herdeiro natural, no entanto, seu irmão Eric resolve tomar a iniciativa da luta pelo reino atacando Corwin que sobreviveu, a custa de sua memória, e agora, tendo-a recuperado, resolve retomar o conflito pelo poder.

Este é apenas o ínicio, ainda no primeiro livro, deste épico sobre a história de Corwin e seu filho Merlin no Reino de Amber.

Esta obra é comparável ,e para alguns, até supera, a Trilogia de J.R.R.Tolkien, “ O Senhor dos Anéis”, pois lida com personagens ainda mais épicos e complexos, deuses, enfim. E o faz, com maestria ímpar numa obra primorosa, rica em detalhes, ficção cientifica, mitologia, e aventura.

Ainda não há livros traduzidos, mas vale a pena tentar conseguir os originais. Li um resumo dos livros e possuo o “Knight of Shadows”. Posso afirmar que a trama é fabulosa. O livro é daqueles raros, na verdade, que o deixa absorto, totalmente envolvido com a história.

Os livros que formam a Chronicle of Amber , são formados pelos primeiros cinco livros que descrevem as aventuras do Príncipe Corwin de Amber que são:

1970 Nine Princes in Amber

1972 The Guns of Avalon

1975 Sign of the Unicorn

1976 The Hand of Oberon

1978 The Courts of Chaos

E a Segunda série que conta a história do filho de Corwin, Merlin, um mago e expert em computação:

1985 Trumps of Doom

1986 Blood of Amber

1987 Sign of Chaos

1989 Knight of Shadows

1991 Prince of Chaos

Zelazny escreveu também histórias curtas dentro do multiverso de Amber:

1993 "Prologue to Trumps of Doom"

1994 "The Salesman's Tale"

1994 "The Shroudling and The Guisel"

1995 "Coming to a Cord"

1995 "Blue Horse, Dancing Mountains"

1996 "Hall of Mirrors"

2005 "A Secret of Amber" –Um fragmento de história co-escrita com Ed Greenwood

Vale esclarecer que a obra de Roger Zelazny não se restringe a Amber, ele escreveu vários outros livros de ficção cientifica e era próximo e venerado de escritores mais jovens tais como Neil Gaiman (Sandman). Procurem ler, será uma experiência inesquecível, disto estou certo.

E lembrem-se:

Quem lê um livro comunga com a alma deste, e desta comunhão renova a sua própria!

Duo Siqueira Lima

Neste último sábado (14/06), por volta das 24h estava eu “zapeando” pela TV, quando encontrei no programa “TALENTOS” da TV Câmara, a apresentação deste Duo. O Duo Siqueira Lima.

Fiquei imediatamente impressionado pela habilidade e pelo repertório: MPB, Música Latina e Clássica.

Ficamos, eu e minha esposa, assistindo a apresentação até o seu final, auspicioso, com a apresentação da canção “Tico-tico no Fubá” tocado a quatro mãos.

Duo é formado pela uruguaia Cecília Siqueira e o brasileiro Fernando Lima, casados, que uniram-se na vida e na música apresentando um trabalho elaborado, virtuoso e emocionante.

Segundo informações do site oficial, eles iniciaram seu trabalho em 2002. Gravaram dois discos: “Tudo ConCorda” (2003), com repertório variado, do barroco ao século XX e “Lado a Lado” (2006), dedicado à música brasileira.

O duo se apresenta com freqüência por quase toda Europa, já havendo visitado países como Espanha, Itália, Inglaterra, França, Irlanda, Áustria, Suíça, Hungria, Polônia, Ucrânia, Bielorússia e Rússia.

O endereço do site é: http://www.duosiqueiralima.com/index.php Recomendo a todos que procurem se informar mais sobre o trabalho deste sensacional duo. O site possui, inclusive, imagens de apresentações. Vale a pena conferir!

Leiam entrevistas exclusiva e vídeo na Panacéia das Entrevistas

segunda-feira

O Super Herói Americano

Como eu me divertia com esta bobagem...o seriado do Super Herói Americano!

Foi criado em 1981 por Stephen J. Cannell e contava as aventuras de Ralph Hinkley, um professor americano, que foi escolhido por uma avançada raça alienígena para receber um uniforme que lhe conferiria fantásticos poderes com os quais poderia salvar a humanidade que (já naquela época) caminhava para a auto-destruição.

Seu principal aliado nesta missão ( e que também encontrou os extraterrestres) , é o agente do FBI,Bill Maxwell.

Tudo certo, Ralph, de fato, tem um desejo sincero e nobre de ajudar a humanidade (principalmente seus complicados alunos) e aceita a missão, acontece que o dito uniforme (de visual impagável, todo vermelho, e sem cuecas para fora como o Super-Homem, mas com um tipo de mini-saia ridícula) tinha um manual de instruções que ensinava como usar seu traje e seus novos super-poderes e Ralph acabou perdendo.

Mesmo assim Ralph assume seu papel como o Super Herói Americano, mas sempre se atrapalhando todo com a incapacidade de controlar seus poderes e criando situações hilárias como suas tentativas de voar ( o pouso era quase sempre trágico), força, invulnerabilidade, telepatia (algo parecido com isso) e por aí vai...

Como não conseguiu convencer Ralph a usar o uniforme de uma maneira digamos “criativa” para ganhar dinheiro, Maxwell resolve usar o amigo em seus casos no FBI, e passa a se tornar um excelente agente, sempre deixando Ralph cuidar dos bandidos, terroristas e afins.

Ralph usa seus poderes para auxiliar Maxwell e seus alunos, sempre de maneira hilária e sem controle. Acaba revelando sua história a sua noiva Pámela que passa a auxilia-lo, junto com Maxwell, em suas aventuras e trapalhadas.

Os roteiros não eram nada genias, nada mesmo, mas eram divertidos! Tenho uma lembrança carinhosa de infância sobre este seriado que me fazia rir muito desta paródia aos super-heróis em especial, o super-homem.

A música tema “Believe it or not” composta por Mike Post e Stephen Geyer e cantada por Joey Scarbury é muito executada nas rádios até hoje.

Sites de bibliotecas

Recebi e gostaria de compartilhar com os amigos que acompanham a Panacéia Essencial este presente aos amantes da boa leitura!

Biblioteca Central - localize os livros das bibliotecas da UFRGS: http://www.biblioteca.ufrgs.br/ Biblioteca del Congreso - item Expo Virtual mostra alguns tesouros dessa biblioteca argentina: http://www.bcnbib.gov.ar/ Biblioteca do Hospital do Câncer - índice desse acervo especializado em oncologia: www.hcanc.org.br/outrasinfs/biblio/biblio1.html Biblioteca do Senado Federal - sistema de busca nos 150 mil títulos da biblioteca: www.senado.gov.br/biblioteca Biblioteca Nacional de Maestros - biblioteca argentina voltada para a comunidade educativa: http://www.bnm.me.gov.ar/ Biblioteca Nazionale Centrale di Roma - expõe detalhes de obras antigas de seu catálogo: http://www.bncrm.librari.beniculturali.it/ Bibliotheca Alexandrina - conheça a instituição criada à sombra da famosa biblioteca, que sumiu há mais de 1.600 anos: www.bibalex.org/website California Digital Library - imagens e e-livros oferecidos pela Universidade da Califórnia: californiadigitallibrary.org

Círculo Psicanalítico de Minas Gerais - acervo especializado em psicanálise: www.cpmg.org.br/n_biblioteca.asp

Cornell Library Digital Collections - compilações variadas, sobre agricultura e matemática, por exemplo: moa.cit.cornell.edu Educ.ar Biblioteca Digital - em espanhol, apresenta livros e revistas de "todas as disciplinas": www.educ.ar/educar/superior/biblioteca_digital Gallica - Bibliothèque Numérique - volumes da Biblioteca Nacional da França digitalizados: gallica.bnf.fr Human Rights Library - mais de 14 mil documentos relacionados aos direitos humanos: www1.umn.edu/humanrts

IDRC Library - textos e imagens desse centro de estudos do desenvolvimento internacional: www.idrc.ca/library

Internet Archive - guarda páginas da internet em seus diversos estágios de evolução: http://www.archive.org/ Internet Public Library - indica páginas em que se podem ler documentos sobre áreas específicas do conhecimento: http://www.ipl.org/ John F. Kennedy Library - sobre o presidente americano John F. Kennedy, morto em 1963: www.cs.umb.edu/jfklibrary Mosteiro São Geraldo - livros e periódicos sobre história e literatura húngara, filosofia, teologia e religião: http://www.msg.org.br/ National Library of Australia - divulga periódicos australianos da década de 1840: http://www.nla.gov.au/ Oxford Digital Library - centraliza acesso a projetos digitais das bibliotecas da Universidade de Oxford: http://www.odl.ox.ac.uk/ Perseus Digital Library - dedicado a estudos sobre os gregos e romanos antigos: http://www.perseus.tufts.edu/

Servei de Biblioteques - bibliotecas da Universidade Autônoma de Barcelona: http://www.bib.uab.es/ The Aerial Reconnaissance Archives - recém-lançado, site promete divulgar 5 milhões de fotos aéreas da Segunda Guerra Mundial: http://www.evidenceincamera.co.uk/ The British Library - além de busca no catálogo, tem coleções virtuais separadas por região geográfica: http://www.bl.uk/ The Digital Library - diversas coleções temáticas, como a de escritoras negras americanas do século 19: digital.nypl.org The Digital South Asia Library - periódicos, fotos e estatísticas que contam a história do Sul da Ásia: dsal.uchicago.edu

The Math Forum - textos que se propõem a auxiliar no ensino da matemática: mathforum.org/library The New Zealand Digital Library - destaque para os arquivos sobre questões humanitárias: www.sadl.uleth.ca/nz/cgi-bin/library

Treasures of Keyo University - um dos destaques é a reprodução da Bíblia de Gutenberg: www.humi.keio.ac.jp/treasures Unesco Libraries Portal - informações sobre bibliotecas e projetos voltados para a preservação da memória: www.unesco.org/webworld/portal_bib UOL Biblioteca - dicionários, guias de turismo e especiais noticiosos: www.uol.com.br/bibliot UT Library Online - possui uma ampla coleção de mapas: http://www.lib.utexas.edu/ Bibliotecas virtuais

Alexandria Virtual - acervo variado, de literatura a humor: http://www.alexandriavirtual.com.br/ Bartleby.com - importantes textos, como os 70 volumes da "Harvard Classics" e a obra completa de Shakespeare: http://www.bartleby.com/ Bibliomania - 2.000 textos clássicos e guias de estudo em inglês: http://www.bibliomania.com/ Biblioteca dei Classici Italiani - literatura italiana, dos "duecento" aos "novecento": www.fausernet.novara.it/fauser/biblio Biblioteca Electrónica Cristiana - teologia e humanidades vistas por religiosos: http://www.multimedios.org/ Biblioteca Virtual do Estudante Brasileiro - especializada em literatura em língua portuguesa: http://www.bibvirt.futuro.usp.br/ Biblioteca Virtual - Literatura - pretende reunir grandes obras literárias: http://www.biblio.com.br/ Biblioteca Virtual Miguel de Cervantes - cultura hispano-americana: http://www.cervantesvirtual.com/

Biblioteca Virtual Universal - textos infanto-juvenis, literários e técnicos: http://www.biblioteca.org.ar/ Contos Completos de Machado de Assis - mais de 200 contos de Machado de Assis: www.uol.com.br/machadodeassis Cultvox - serviço que oferece alguns e-livros gratuitamente e vende outros: http://www.cultvox.com.br/ Dearreader.com - clube virtual que envia por e-mail trechos de livros: http://www.dearreader.com/

eBooksbrasil - livros eletrônicos gratuitos em diversos formatos: http://www.ebooksbrasil.com/ iGLer - acesso rápido a duas centenas de obras literárias em português: www.ig.com.br/paginas/novoigler/download.html

quinta-feira

Danger Mouse

Os da minha geração ,que agora já passam dos 30 anos, foram afortunados. Em nossa época de infância a TV estava repleta de atrações clássicas em desenhos animados e live actions do japão. Tinhamos oportunidade de assistir animes como Astro Boy, A Princesa e o Cavaleiro, Yamato, Dom Drácula, Fantomas entre outros. E haviam além dos animes, claro, outros tipos de desenhos animados tão estranhos como interessantes. E entre estes desenhos geniais destaca-se DANGER MOUSE.

Danger Mouse era um rato branco, caolho, que era uma espécie de superagente (na verdade, o desenho era uma inteligente e hilária sátira aos superespiões), ele não era propriamente brilhante, mas contava com a sorte e o apoio de seu assistente, Penaforte(um sujeito atarracado, tímido e atrapalhado que tinha seu chefe, como uma espécie de ídolo). Estavam a serviço de coronel K, o Comandante. A missões sempre se prestavam a salvar o mundo dos mestres do crime, sendo o sapo Barão Silas Costa Verde e seu bando que eram seus mais terríveis adversários.

Danger Mouse foi criado na Inglaterra por Cosgrove e Hall Productions Limited. Os episódios foram transmitidos pela primeira vez em 1981. Desde junho de 1984, ele começou a passar nos EUA, no canal Nickelodeon, à tarde. Foram lançados 3 home-vídeos, na Inglaterra. A série foi vendida para mais de 31 países, incluindo o Brasil que teve os episódios de Danger Mouse transmitidos pela TV Record, de São Paulo, canal 7, na segunda metade dos anos 80.

Os roteiros eram inteligentes e estranhos, quase psicodélicos e temperados com o fino humor da ironia britânica. Um desenho muito divertido que, com todos os méritos, se tornou cult em todo mundo.

You Tube: http://www.youtube.com/watch?v=3IWX_D99pCE&feature=related Abertura