Panacéia dos Amigos

VISITAÇÃO

sábado

Johnny Rivers

Johnny Rivers, nascido John Henry Ramistella (Nova York, 7 de novembro de 1942) é um cantor, compositor, guitarrista e produtor norte-americano.
A família Ramistella mudou-se de Nova Iorque para Baton Rouge, no estado da Louisiana, quando John tinha cinco anos de idade. Ele começou a tocar guitarra aos oito, influenciado pela música local. Johnny Ramistella formou sua própria banda, The Spades, ainda quando estudava (Junior High School) e fez sua primeira gravação aos 14. De volta a Nova Iorque, em 1958, ele encontrou Alan Freed, que o aconselhou a mudar seu nome. Assim, Johnny Ramistella tornou-se Johnny Rivers, depois que o Rio Mississippi transbordou, perto de Baton Rouge. Freed deu a Johnny Rivers alguns contratos para gravações. De março de 1958 a março de 1959, Rivers gravou três canções que não foram lançadas. Em 1959, Johnny Rivers retornou a Baton Rouge. Enquanto tocava em todo o sul dos Estados Unidos, Rivers conheceu, em Birmingham (Alabama), Audrey Williams, esposa do famoso cantor norte-americano de música country Hank Williams. Ela levou Johnny para Nashville, onde ele gravou mais duas canções. Eles não as venderam também, mas Johnny ficou na cidade e começou a trabalhar como compositor e cantor de canções demo (ganhava US$ 0,25 por gravação). Lá, Johnny trabalhou ao lado de Roger Miller.

Em 1960, Rivers conheceu um grande amigo, James Burton, guitarrista de Ricky Nelson. Burton deu a Ricky uma das canções de Johnny. Ricky Nelson gostou dela e a gravou. No ano seguinte, Rivers foi a Los Angeles para conhecer Nelson, onde ficou para trabalhar como compositor e músico de estúdio.Em 1963, Rivers costumava passar seu tempo em um bar chamado Gazzari's (de propriedade de Bill Gazzari). Uma noite, o trio de jazz que tocava no bar deixou o local. Gazzari pediu para Johnny ocupar a vaga por alguns dias, até que encontrasse um outro grupo de jazz. Johnny concordou e a história foi feita. Quando ele começou a tocar seu rock n'roll, multidões passaram a freqüentar o Gazzari's. Rivers fez sucesso no clube, fazendo versões de canções de Chuck Berry.Em 1964, Elmer Valentine, proprietário do clube Whisky a Go Go, ofereceu a Johnny Rivers um contrato de uma ano para que este cantasse em seu clube, recém-inagurado em Hollywood (California). O novo clube abriu três dias antes do grupo The Beatles lançar "I Want To Hold Your Hand", que consolidou o que se passou a chamar de "Invasão Britânica" - quando vários artistas do Reino Unido assumiram os primeiros lugares das paradas musicais dos Estados Unidos. Mas Johnny Rivers era tão popular que o produtor Lou Adler decidiu lançar Johnny Rivers Live At The Whiskey A Go Go, álbum ao vivo que alcançou o 12º na lista da Billboard - e a canção "Memphis" (um cover de Chuck Berry) chegou ao segundo lugar na parada norte-americana. Johnny Rivers tinha criado o estilo musical Go Go (que incluiria também dançarinas).

Já em 1966, Rivers seguiu gravando canções, especialmente ao vivo, como "Maybellene" (outro cover de Chuck Berry), "Mountain of Love", "Midnight Special" e "Seventh Son", todas elas tornaram-se hits. A partir de 1966, Rivers adotou um estilo mais peculiar, mas seguiu produzindo sucesso como "Poor Side of Town" (sua única canção a atingir o primeiro lugar na parada norte-americana da Billboard) e "Secret Agent Man". Outras canções populares desta nova fase do cantor foram "Summer Rain", "Baby I Need Your Lovin'" e "The Tracks of My Tears" (um cover de Smokey Robinson & The Miracles) - todas elas caracterizadas por sua voz suave e comovente.Ele também fundou sua própria gravadora, a Soul City Records, que lançou artistas como o grupo 5th Dimension. Em 1968, Rivers lançou aquele que é considerado por muitos fãs como seu melhor trabalho, o álbum "Realization". que foi evocativo das influências da psicodelia daquele tempo, e incluíam baladas como como "Going Back to Big Sur".

Durante os anos setenta, Rivers seguiu produzindo mais sucessos de crítica, como "Rockin' Pneumonia - Boogie Woogie Flu", "Help Me Rhonda" (cover dos Beach Boys) e "Blue Suede Shoes" (cover de Carl Perkins), mas os álbuns não vendiam tão bem quanto na década de 1960. Seu último sucesso foi "Swayin' to the Music (Slow Dancing)" em 1977.

Ao longo da carreira vendeu mais de 25 milhões de discos e teve 9 de suas canções incluídas entre as 10 melhores da Billboard e 17 delas entre as 40 melhores.

Conheci seu trabalho através de um amigo que me apresentava a versão de Rivers da canção "California Dreaming", que considerei excelente. O Cd (foto acima) tinha grandes sucessos, algumas das canções eu já conhecia embora não soubesse quem era o intérprete. Me tornei um fã imediato ao ouvir canções como "Do You Wanna Dance", "It´s Too Late" e "You've Lost That Lovin' Feelin'" . Esta última aliás foi "música tema" digamos de um cômico filme que eu e amigos fizemos sobre a nossa formatura do colegial nos idos de 1994. Cômico, genial e bizarro, mas isto é uma outra história!

Johnny Rivers tem uma leitura vocal peculiar e agradável, imprime sua marca, mas mantém ou engrandece ainda mais as canções que interpreta. Realmente bom. Portanto, vale a pena conhecer seu trabalho e sua vida. Recomendo este CD e o trabalho de Rivers, sem dúvida dignos da Panacéia Musical!

Fonte de pesquisa: Wikipédia

Nenhum comentário:

Postar um comentário