Panacéia dos Amigos

VISITAÇÃO

quinta-feira

Retrato de Jesus





 Há muito tempo, especialmente naqueles antigos programas do Paiva Netto (que aliás, nem ao menos sei ainda são transmitidos aparecia este retrato de Jesus que sempre me chamou atenção de uma maneira indefinível. Achava que era um tipo de nostalgia pois me lembro bem que meu avô tinha um pequeno armário aonde quardava seus documentos e que aliás hoje guarda muitos de meus livros aonde um adesivo com a mesma figura estava afixado nele. De qualquer forma considerava uma figura marcante. Procurando a esmo na internet por figuras do mestre reencontrei a mesma e vim saber mais sobre ela.

Este retrato de Jesus foi obtido através de um médium durante o Congresso Espírita Internacional, realizado em Paris, no ano de 1925. Curiosamente ele lembra demais a figura obtida pelo cientistas com imagens 3D trabalhadas sobre o Santo Sudário.


 E, consequentemente, também lembra a figura obtida pela sensitiva Akiane Kramarik.

 

Existe um documento que se não me falha a memória está em posse do Vaticano, do senador Publius Lentulus, cuja a existência pode ser comprovada historicamente que endereça uma carta com a descrição física de Jesus endereçada ao Imperador romano Tibério César.

A carta foi encontrada nos arquivos do Duque de Cesadini, em Roma. Acompanhem:

"Sabendo que desejas conhecer quanto vou narrar, existindo nos nossos tempos um homem, o qual vive atualmente de grandes virtudes, chamado Jesus, que pelo povo é inculcado o profeta da verdade, e os seus discípulos dizem que é filho de Deus, criador do céu e da terra e de todas as coisas que nela se acham e que nela tenham estado.

Em verdade, Ó César, cada dia se ouvem coisas maravilhosas desse Jesus: ressuscita os mortos, cura os enfermos em uma só palavra; é um homem de justa estatura e é muito belo no aspecto, e há tanta majestade no rosto, que aqueles que o vêem são forçados a amá-lo ou temê-lo. Tem os cabelos da cor amêndoa bem madura, são distendidos até as orelhas, e das orelhas até as espáduas, são da cor da terra, porém mais reluzentes".

A descrição física a seguir é extremamente semelhante ao retrato obtido:

"Tem no meio de sua fronte uma linha separando os cabelos, na forma em uso nos nazarenos, o seu rosto é cheio, o aspecto é muito sereno, nenhuma ruga ou mancha se vê em sua face, de uma cor moderada; o nariz e a boca são irrepreensíveis. A barba é espessa, mas semelhante aos cabelos, não muito longa, mas separada pelo meio, seu olhar é muito afetuoso e grave; tem os olhos expressivos e claros, o que surpreende é que resplandecem no seu rosto como os raios do sol"..


Nenhum comentário:

Postar um comentário