Panacéia dos Amigos

VISITAÇÃO

segunda-feira

Cosmogênese, os Titãs e Zeus

No princípio, havia apenas o Caos. O Caos era o vazio, uma massa sem forma e confusa. Não existia tempo, nem amor, nem tristeza. O Caos produziu uma grande vibração e assim surgiu Nix, a Noite e seu irmão Érebo. Nix era a existência da escuridão absoluta superior, envolvendo tudo com seu manto de tecido leve e escuro, onde haviam lindas estrelas prateadas bordadas. Ela sozinha teve seis filhos: Perdição, Destino, Morte, Hypnos, Morfeu e Nêmesis. Érebo era a escuridão absoluta inferior, onde habitavam os mortos. Nix e Érebo se uniram. Desta união Nix pôs um ovo e dele nasceu o Amor, e de sua casca partida ao meio, surgiu Urano, o céu e Gaia, a terra. Gaia e Urano se apaixonaram e tiveram muitos filhos. Esses filhos eram os Hecatônquiros, os Ciclopes, os Titãs e as Titãnidas. Esses filhos eram gigantescos, estranhos e tinham a força do terremoto, do furacão e do vulcão Os Hecatônquiros eram muito grandes e feios. Possuíam cinqüenta cabeças e cem braços. Seus nomes eram Briareu, Coto e Giges. Urano não gostava desses filhos, e assim que nasciam, eram presos nointerior da terra. Sobre a terra ficavam apenas os Ciclopes e os Titãs. Os Ciclopes também eram muito grandes, e receberam esse nome, porque possuíam um único olho redondo como uma roda no centro da testa. Brontes, o trovão, Estéropes, o relâmpago e Arges, o raio. Os Titãs eram Oceano, Hipérion, Japeto, Céos, Créos e Cronos. E as Titãnidas eram Téia, Réia, Têmis, Mnemôsine, Febe e Téis. Cronos para libertar seus irmãos que estavam presos, com incentivo da mãe, castrou seu pai e do sangue dele nasceram os Gigantes e as Erínias, que perseguiam os que fizessem mal aos outros. Os outros monstros acabaram sendo expulsos da Terra, mas as Erínias permaneceram. Cronos tomou o poder como senhor do Universo juntamente com a rainha-irmã Réia. Os gregos acreditavam que a Terra era redonda e chata, como um disco de pizza e que a sua volta estava o titã Oceano, que a banhava e protegia. Oceano é o titã mais velho, filho de Urano e Gaia. Tem por esposa, Tétis, uma titânida, com quem teve cerca de mil ninfas chamadas Oceânidas, os rios, as fontes. Tétis, em grego, significa "ama, nutriz", é a deusa da água, matéria-prima quem entra na formação de todos os corpos. Possui um carro formado de uma linda concha branca como marfim, puxado por cavalos-marinhos, acompanhada de lindos delfins, que brincam ao seu redor, dos Tritões quem tocam corneta com suas conchas curvas e pelas Oceânidas coroadas de flores. Temis é a personificação da ordem do mundo. É a lei e o eterno equilíbrio. É representada tendo nas mãos uma balança e uma espada. Seus olhos vendados significam imparcialidade de suas sentenças. Teve três filhas com Zeus: Irene (paz), Eunomia (disciplina) e Dikê (justiça). Mnemôsine simboliza a memória. Foi amante de Zeus com quem teve 9 musas: Aoede (Canto); Calliope (Poesia Épica); Clio (História); Erato (Artes Líricas); Euterpe (Flauta); Melete (Prática); Melpomene (Tragédia); Mneme (Memória); Polymnia (Mímica); Terpsichore (Dança); Thalia (Comédia); Urania (Astronomia). Eurília e Crio casaram-se e tiveram os filhos Perses, Palas e Artreu. Japeto é considerado o avô dos mortais, pois é pai de Promoteu, quem os criou. Hipérion casou-se com sua irmã Téia, e juntos tiveram Hélio (o sol), Selene (a lua) e Eo (a aurora). Os mais importantes titãs são Cronos e Réia. Eles geraram cinco deuses: Héstia, Deméter, Hera, Hades e Possêidon. Gaia profetizou que Cronos perderia o trono para um de seus filhos e assim, Cronos com medo que a profecia se realiza-se, engolia os filhos assim que nasciam. Réia, grávida do sexto filho, estava desesperada, não agüentava mais ver seus filhos serem engolidos, armou um plano. Fugiu no dia do nascimento de Zeus, podendo assim esconder a criança na ilha de Creta aos cuidados das ninfas. Como deveria dar a criança para Cronos comer, ela, com muito medo que ele descobrisse, enrolou panos em uma pedra, como se esta fosse a criança, e logo que Cronos viu o embrulho, o engoliu, sem perceber que havia engolido uma pedra, e não seu filho. Zeus cresceu e foi encontrar com seu pai. Ele preparou uma poção para Cronos beber, e assim que bebeu, vomitou todos os filhos que havia engolido. Seus irmãos reuniram-se à volta de Zeus, e o elegeram como o novo Rei. A briga entre titãs e deuses havia começado, mas Zeus, muito esperto, libertou os Hecatônquiros e os Cíclopes, que lutaram ao seu lado. Com a vitória, Zeus recebeu dos Cíclopes o trovão e o raio divino e passou a ser o Deus dos Deuses e dos Homens.

Nenhum comentário:

Postar um comentário