Panacéia dos Amigos

VISITAÇÃO

quarta-feira

PRECONCEITO... SERÁ?




Não é de agora que o uso corrente do termo “preconceito” tem me incomodado profundamente. E a razão é a de que todos e incluo meios de comunicação diversos parecem insistir em uma compreensão equivocada.
Vejamos o que explica o dicionário Aurélio: 

1 Ideia ou conceito formado antecipadamente e sem fundamento sério ou imparcial.

2 Opinião desfavorável que não é baseada em dados objetivos.

3 Estado de abusão, de cegueira moral.

4 Superstição.

Em todos os pontos fica claro que o preconceito vem da ausência de um conhecimento sobre o tema em que se cria uma opinião sem fundamento. Portanto trata-se de um pré – conceito. Parte-se do principio de que a ignorância é que gera a “cegueira moral”.

Permitam-me divergir. Não do significado do termo preconceito, mas sim, do seu uso corrente. No mundo atual será que podemos dizer que pessoas adultas não tem informação o que baste para elaborar seus próprios conceitos?

Ora, uma criança entre 02 e 06 anos sem dúvida pode ter vários pré-conceitos sobre as coisas que, afinal, não conhece. Mas, a partir da vida escolar diversos conceitos são transmitidos e ano após ano este conjunto de informações tende a aumentar.

Em minha opinião sobre muitos temas não temos preconceitos e sim conceitos! E na maior parte das vezes quando se diz que uma pessoa é preconceituosa, estamos na verdade suavizando a situação, alegando sem perceber um suposto desconhecimento da pessoa.

Mas isso não é verdade em todas as questões, especialmente as mais comuns vividas em nossa sociedade atual. A palavra correta para o que vivemos hoje em dia não é preconceito e sim, INTOLERÂNCIA. Um termo talvez, mais pesado, porém, preciso.

Não temos muitas pessoas pré – conceituosas em nossa vivência social e sim, e esta é a verdade, temos muitas pessoas INTOLERANTES! Ou seja, que CONHECEM sobre o que opinam e simplesmente NÃO TOLERAM! E a intolerância é obviamente o contrário da tolerância.

Se a tolerância gera a concórdia, gentileza e respeito, a intolerância é que vemos acontecer por aí: Discórdia, agressão e desrespeito. Em sã consciência, para usar um exemplo, você acredita mesmo que alguém desconheça que independente da cor da pele, todos temos o mesmo DNA humano que oferece em si todas as potencialidades igualmente? 

Será que alguém desconhece que somos todos da espécie humana, com as mesmas capacidades intelectuais e físicas? Alguém desconhece que o povo afro sofreu agruras sociais e culturais e ainda assim é mais do que valoroso? Alguém aí já leu algo sobre o jogador Edson Arantes do Nascimento, o Pelé?

O que estou querendo demonstrar é que não há este nível de desconhecimento nas pessoas, não há tão pouca informação assim. O que existe é ódio, é intolerância e esta é irracional. Mesmo com informação ela existe e agride o fruto de sua raiva.

Apenas não chamem isto de preconceito. É intolerância. Vivemos numa sociedade intolerante esta é a dura verdade, mas é encarando isto com clareza é que poderemos enfrentar este grande mal que persiste em nós. E um dia, vamos conseguir..!

Nenhum comentário:

Postar um comentário