Panacéia dos Amigos

VISITAÇÃO

segunda-feira

UNICAMP: O Pavilhão 18



 

A UNICAMP — Universidade Estadual de Campinas — está entre as instituições de ensino mais prestigiadas do país, sendo escolha certa entre milhares de estudantes que desejam ingressar na faculdade. Pois, de acordo com a UOL, ela não está em alta apenas entre os alunos. Segundo o portal, os ufólogos também têm bastante apreço pela entidade, que seria apontada por eles como a “Área 51” brasileira.

Este refere-se a famosa "Área 51" americana aonde acreditam-se são enviados os extraterrestres capturados no território americano, fato nunca confirmado ou negado pelo governo. Por isso, segundo eles, a semelhança entre os dois locais.

Esses estudiosos acreditam que a UNICAMP seja o maior centro de estudos relacionados com temas alienígenas do Brasil e que inclusive guardaria espécimes extraterrestres em suas dependências. A universidade teria entrado para o mapa da ufologia após o famoso caso do ET de Varginha, e, conforme apontam os pesquisadores, a criatura descoberta em Minas Gerais — em 1996 — inclusive teria sido levada para Campinas pelo Exército.

“O Exército foi até o local, mas o ET não estava mais lá e tinha sido retirado numa ambulância. Os militares foram atrás dela e a interceptaram. O ET foi retirado da ambulância e levado para a Unicamp, onde foi pesquisado. Foi um dos casos mais importantes da ufologia de todo o mundo. E há muitas testemunhas”, diz afirmou José Fernando de Moraes Pinto, biólogo e estudioso do tema.

O laboratório de testes da Unicamp, que teria criaturas de outros planetas mortas e também vivas, ficaria metros abaixo da terra e seria conhecido como Pavilhão 18. Segundo os ufólogos, ele é guarnecido de forma especial e estaria localizado próximo ao Instituto de Química e a Faculdade de Ciências Médicas.

“Já vimos soldados do Exército, com armas de calibre grosso, e também seguranças particulares que rondam o local durante todo o dia, mas não dá para saber muito, já que o local não é acessível para alunos e pessoas em geral”, disse Ricardo Roehe, ufólogo, pesquisador e responsável pelo site “Ufólogos Online”.

Roehe explica que, com o sucesso na análise do ET de Varginha, que teria sobrevivido e seria mantido no local até hoje, a universidade foi escolhida para receber outras criaturas. A partir daí, o laboratório subterrâneo teria sido construído para abrigar os extraterrestres. “O motivo de ser subterrâneo é controlar os poderes mentais dos ETs e evitar que eles tentem se comunicar com seus pares por telepatia”, informou ele, contando ainda que a Unicamp concentra uma grande variedade de extraterrestres “Todos os ETs capturados em Varginha estão lá, assim como os chupa-cabras capturados vivos ou mesmo os abatidos no interior do país”, disse.

Não obstante, a UNICAMP nega que tal laboratório exista ou que a instituição esteja envolvida com pesquisas sobre seres de outros planetas, alegando que toda essa história não passa de um mito. O Exército também negou qualquer participação no assunto, afirmando que não mantém soldados na universidade.

Estas informações me lembram que o boatos afirma que experimento nuclear brasileiro é desenvolvido lá e outras especulações dizem que já foi desenvolvida uma extraordinária tecnologia de enriquecimento de plutônio mais econômica e veloz do que o conhecido oficialmente o que irritou os americanos e os  teria levado a uma investigação extra oficial . Acordo com extrarrestres? Aonde há fumaça, pode haver fogo..

Nenhum comentário:

Postar um comentário