Panacéia dos Amigos

VISITAÇÃO

sábado

Tente outra vez!





“Tente, basta ser sincero e desejar profundo”
Raul Seixas

Uma vez li que um homem que nem sequer era fã do cantor e compositor Raul Seixas estava prestes a cometer suicídio quando ao acaso a música começou a tocar no rádio o que fez com que pudesse perceber a tolice que estava cometendo e salvou sua vida naquele trágico momento. Pergunto-me se Raul desconfiava do benefício que estaria realizando ao compor esta canção que insiste no tentar, mas o nosso principio de raciocínio aqui estará mais centrado nos elementos que compõe a melhor atitude. Como diz a frase, toda a tentativa depende de dois elementos essenciais que são a sinceridade e o desejo.

Falamos sobre o desejar anteriormente quando deciframos o significado de “desiderato”, e agora vejamos a questão da sinceridade. “Acordar no espelho e dizer este sou eu e o que quero da vida é isto”. Você dirá isto quando tiver aspirações e sonhos, mas estará sendo sincero? Será mesmo que se conhece  e são estes seus objetivos? Talvez, você esteja pensando “O que ele quer dizer? Claro que quando decido querer, eu quero.” Na verdade, ser sincero consigo mesmo é uma das coisas mais difíceis simplesmente porque muitas das vezes não sabemos de nossa própria insinceridade conosco mesmo. Auto-sabotagem e auto-engano são muitos mais comuns do que autoconhecimento.

Autoconhecimento exige coragem e sinceridade. Admitir falhas e enganos. Reavaliar caminhos e tomar a estrada. Fugir do comodismo. Porque, por vezes, todos preferem estar encarcerados no cômodo dos pesadelos do que livres na estrada de seus sonhos. 

Portanto, o caminho da realização exige primeiro compreensão. E não se trata de compreender seus sonhos, suas vontades sobre as coisas e sim, um exame para compreender exatamente quem é você, o que quer, e o que a realização destes objetivos significará não apenas na sua vida, mas especialmente o que estas possibilidades farão com seus sentimentos, pensamentos e alma.

Marque um encontro com você mesmo para uma boa conversa. Sentem-se frente a frente e conversem sobre a vida, sejam generosos e críticos, porém, acima de tudo sinceros. Nesta conversa não tente adular, manipular ou enganar a si mesmo. Quanto mais sincero for consigo mesmo, melhor irá poder definir seus desejos e fazer suas tentativas para melhorar a si mesmo e o mundo a sua volta. 

E você irá persistir até conseguir porque seu sonho será alimentado pela sinceridade de seus propósitos conquistada no doloroso, mas infalível, espelho do autoconhecimento. “Tente, basta ser sincero e desejar profundo. Você será capaz de sacudir o mundo”. Nada mais correto do que o “incorreto” Raul. E o primeiro mundo a ser sacudido é o seu próprio amigo(a). Tente outra vez..

Nenhum comentário:

Postar um comentário