Panacéia dos Amigos

VISITAÇÃO

quinta-feira

VRILs e HAUNEBUS os Discos Voadores de Hitler

A segunda guerra mundial sempre despertou meu interesse por ter sido um conflito sem precedentes entre forças antagônicas em que ambos os lados utilizaram todos os recursos que dispunham. Em tal conflito limite inúmeras histórias aconteceram e algumas destas remontam a mistérios ancestrais. A maior guerra criada, enfrentada e sofrida pela raça humana foi travada em diversos fronts, humanos, tecnológicos e místicos. Nada foi deixado de lado. Neste que foi um dos mais trágicos, sombrios e tristes momentos de nossa espécie, estivemos diversas vezes a beira do abismo.

Nosso aspecto de humanidade vivenciou tudo do que temos de pior e no que temos de melhor. O egoísmo, orgulho e ódio caminharam juntos com histórias de solidariedade, resignação e amor. No campo místico, itens de poder, rituais e diversos magos de ambos os lados travaram batalhas utilizando a energia primordial de acordo com seus interesses. E no campo tecnológico cientistas se debruçaram sobre novas tecnologias buscando a vitória final. E cada aspecto deste conflito traz em seu meio inúmeras histórias. Em uma delas fala-se que Hitler teria entrado em contato com seres alienígenas e começado a criar discos voadores nazistas. Os projetos VRIL e Haunebu.

Quando comecei a me interessar por este assunto e racionalizá-lo lembrei-me que mesmo ao fim do conflito Hitler jactava-se de possuir armas fantásticas que mesmo as portas da derrota permitiriam sua vitória. Alguns alegam loucura, mas será? Ou alegar loucura é a melhor maneira de esconder esta tecnologia para o uso dos vencedores? Afinal, Nicola Tesla também foi desacreditado e considerado louco e anos depois seu laboratório foi totalmente subtraído pelo governo americano. E hoje robôs em marte são ativados por ondas dentro dos princípios de Tesla.

Alguns fatos: Em vários livros tais como os da coleção da Reader´s Digest conheci relatos que falavam de bases nazistas de bombas atômicas na Noruega fantásticamente destruídas por agentes noruegueses com treinamento britânico. Que inclusive destruíram o que restava do material atômico quando ele chegava a portos alemães para ser trabalhado em laboratórios subterrâneos. Também li casos em que a espionagem britânica encontrou um laboratório secreto com mais de trezentos cientistas trabalhando em projetos de armas e tudo foi destruído. E como é de conhecimento de muitos dos que se interessam por histórias do conflito, os mais eminentes cientistas nazistas não foram mortos e sim divididos entre as potências vencedoras: E.U.A, URSS e Inglaterra. Na verdade, nos dias finais de conflito, cada tropa desejava avançar mais e mais pelo território alemão em busca destes cientistas. E entre os fatos revelados, sabemos que os foguetes americanos e russos que conquistaram o espaço vêm dos trabalhos destes alemães com os foguetes balísticos V1 e V2 que devastaram Londres no ano de 1944 e 1945.

Não é tão difícil compreender que muito não foi revelado. Inúmeras histórias secretas rondam pelo conflito. Assisti a vídeos que afirmam que estranhos objetos vistos nos Estados Unidos eram muito semelhantes a rascunhos de projetos alemães na segunda guerra. As vitórias alemãs no início do conflito entre 39 e 41 foram arrasadoras e deixaram o mundo aterrorizado. Teria sido a Alemanha beneficiada por informações extraterrestres? Mais um mistério da Segunda Guerra Mundial. Podemos comprovar que a tecnologia avançada que existiu durante a segunda guerra mundial deu origem a mísseis balísticos intercontinentais, motores a jato, canhões de som, aeronaves avançadas entre outros projetos. Mas, será mesmo que as armas mais revolucionárias foram reveladas a população?

Sobre o projeto nazista de discos voadores podemos imaginar que a situação era toda favorável. A Alemanha estava em guerra total. Todos os seus recursos eram voltados para a manutenção dela ou no estudo de armas. O governo era militar, fechado e obcecado e o país contava com cientistas brilhantes e repletos de recursos para pesquisas. Obcecados por uma ideologia de conquista, vários destes cientistas tinham uma ética distorcida. Fato comprovado se analisarmos a horrendas experiências a que foram submetidos muitos prisioneiros de guerra. Supostamente em nome da ciência eles dissecaram, congelaram e testaram seres humanos como se fossem cobaias de laboratório. O que eles não poderiam fazer? Embora não possamos generalizar sobre todos o que podemos dizer é que:

ü Um contato extraterrestre com trocas de gentilezas (tecnologia em troca de...) não era impossível.

ü Cientistas obcecados, brilhantes e de recursos havia para trabalhar sistemática e secretamente em projetos fantásticos.

ü Do mesmo modo todos os meios que a Alemanha dispunha estavam a disposição: humanos, tecnológicos e místicos.

O “em troca de..” fica em suspenso porque não faço idéia do que poderia ser ume eventual acordo. Recentemente foi divulgado um ex - agente da CIA falando que todo o caso Roswell e a área 51 foram, de fato, um contato extraterrestre. Fala-se também que o governo americano teria negociado a troca de informações tecnológicas por experimentos biológicos não fatais em cidadãos americanos. Pensando livremente porque os nazistas não poderiam ter chegado a um acordo semelhante? E quanto ao material biológico, infelizmente, os nazistas tinham em mãos milhões de prisioneiros. Cientistas como Bellonzo, Miethe e Viktor Shauberger estariam diretamente ligados ao projetos de tecnologia avançadas, o que não poderia ter sido produzido?

Segundo teorias de conspiração consta que Schauberger, foi o responsável pelo projeto da Aeronave apelidada de “Disco Voador”, que tinha a capacidade de viajar acima dos 2.000km/hr e que alcançava uma altitude de 40.000 pés em menos de três minutos. Há relatos de que estes discos voadores foram vistos sobre os Estados Unidos e que existiu realmente um planejamento de produção em massa dos mesmos. Seria esta a tecnologia Adolf Hitler pretendia utilizar como instrumento vitorioso de Guerra, uma vez que, estariam munidos com algo semelhante ao “raio da morte” de Tesla, cujo trabalho os nazistas conheciam porque utilizaram parte de sua tecnologia para a criação de seus radares para submarinos e que parte desta tecnologia permanece ainda hoje na base América 2-11, na Antártida.

Existem teorias que ligam o reconhecido pendor ao ocultismo dos nazistas com relação ao contato com extraterrestres. Esta baseada na antiga sociedade secreta de Thule e uma subdivisão dela a Ordem de Vril (que, aliás, supostamente nomeia o projeto do disco voador nazista). Esta ordem acreditava poder entrar em contato com seres extraterrestres através do ocultismo. Especificamente eles buscavam os seres extraterrestres dos quais se acreditavam descendentes e que tinham princípios de dominação e controle semelhantes aos que esta ordem gostaria de ver no planeta. Através de intuitivos telepáticos eles teriam conseguido este contato e obtido informações tecnológicas avançadas dentre as quais os princípios básicos da construção do mecanismo voador Vril. Isto ainda em 1919. Em breve, um intuitivo excepcional adentraria as fileiras destas sociedades e através dele um pequeno partido político tomaria toda a Alemanha que seria transformada em uma máquina de dominação e destruição em massa. Este homem era Adolf Hitler.

Assim a partir de 1934, a Alemanha se empenharia em restaurar sua economia e utilizar todos os seus recursos para a obtenção de conhecimentos místicos e tecnológicos. Grupos de estudo foram enviados por todo o mundo em busca de conhecimento místico e entre itens e outros achados aprimoraram a comunicação com a raça que oferecia conhecimentos de tecnologia com eletromagnetismo. Mas, não foram apenas tais contatos que alimentaram os cientistas nazistas existem relatos de acidentes com discos voadores em 1936/37 e que neste momento equipes SS e cientistas coletaram tais discos para estudar sua tecnologia. A partir de então, estudos teriam gerados inúmeros modelos de discos voadores. Até o modelo Vril em 1942 Tal modelo era manobrável através de impulsão por campo magnético. e atingia uma velocidade de 12.000km/h, realizando mudanças de vôo de 90° perfeitamente utilizável para uso na atmosfera e no espaço.

Mas embora excepcional ele ainda não era uma arma, sendo utilizado como módulo de reconhecimento. Um novo modelo HAUNEBU foi testado, mas sua capacidade de manobra ainda era limitada e a colocação de armas causava instabilidade. Seja como for, os nazistas já possuíam módulos voadores que não necessitavam de aeroportos, pois “levitavam” em saídas e pousos horizontais e, além disto, estavam desenvolvendo a utilização de armas para tais modelos que poderiam ser desde o “raio da morte” como a bomba atômica. Se a Alemanha nazista não fosse derrotada rapidamente a tecnologia que estava desenvolvendo neste e em vários outros projetos, sendo que ao contrário do projeto de módulos voadores, alguns foram confirmados publicamente e eram também impressionantes, se concluídos iriam inevitavelmente colocar o mundo sob o jugo nazista. Porque tanto valor dos nazistas pela guerra área? Como é comprovado hoje, os alemães já compreendiam que a vitória estava no ar e não a toa o segundo homem mais poderoso da Alemanha nazista era o comandante da Luftwaffe (Força Aérea Alemã) Hermann Göring.

Portanto, os esforços de todos os aliados eram no sentido de derrotar os nazistas mais rápido do que eles poderiam concluir sua tecnologia. E de fato, com esforços indescritíveis, espionagem, misticismo e todos os recursos disponíveis acabaram por atingir seu intento, numa guerra descomunal nos quais muitos dos fatos são desconhecidos, uma guerra secreta dentro da guerra.

Mas, não teriam sido este o fim dos esforços nazistas supostamente mesmo derrotados, Hitler e seus asseclas partiram para uma base secreta na Antártida. Embora, existam testemunhos que afirmaram os avistamentos de Óvnis durante a Segunda Guerra Mundial. Nenhuma delas foi capturada pelos aliados, e alguns cientistas eminentes alemães não foram encontrados no fim do conflito alimentando a teoria que essas naves tenham sido embarcadas para algum lugar, tendo como referência a Antártida.

Existem fatos oficiais que corroboram com esta teoria todos relacionados com o navio SCHWAABENLAND, reconhecido primor tecnológico alemão foi utilizado para reconhecimentos na Antártida, cujo um território de cerca de 600.000km/h foi solicitado pelo governo alemão que o batiza com o nome NEU-SCHABENLAND.

Além disto, o navio e mais uma escolta desapareceu sem maiores explicações tempos depois em pleno período de guerra. Teria desaparecido realmente ou apenas designado a missão de montar bases subterrâneas de operações nazistas na Antártida? Existem relatos sobre uma gigantesca batalha secreta entre os aliados e os nazistas em 1946, alguns afirmam que os aliados sofreram uma devastadora derrota diante dos Haunebu e Vrils alemães, outras afirmam que os aliados derrotaram os nazistas e tomaram posse da base.

Muitos projetos alemães são semelhantes aos aviões Stealth americanos, supostamente, os alemães sacrificaram parte de seus projetos e cientistas em prol de proteger o que tinha de mais caro na Antártida e depois a guerra secreta continuou nas terras geladas..há quem afirme ainda que nos pólos existem bases e atividades extraterrestres e o verdadeiro motivo dos nazistas lutarem encarnecidamente para manter a base é que lá eles travaram contato com os ETs com os quais haviam se comunicado intuitivamente antes. E porque a Antártida? Além de lendas que ligam seres de outros mundos e intraterrenos aos pólos, li e postei na Panacéia dos Mistérios que hoje aonde é a Antártida havia uma extensa faixa de terra paradisíaca com um povo bastante avançado, os Hiperbóreos, e neste local havia um túnel que levava diretamente a...ALEMANHA. E esta terra era batizada com o nome de.. THULE! Portanto, as possíveis ligações são óbvias.

Verdade ou mentira, não sei, mas nada do que se fala a este respeito pode ser creditado como impossível..

Vamos esclarecer que este post tem a função de informar sobre dois assuntos de interesse que são a segunda grande guerra e a ufologia.. Porém, não tenho o menor interesse de transmitir qualquer coisa a favor do nazismo, sendo que sou totalmente contrário a tudo o que o nazismo representou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário