Panacéia dos Amigos

VISITAÇÃO

segunda-feira

Projeção Astral

Aquele que está realmente interessado em produzir as projeções conscientes e lúcidas, não deve tentar o experimento apenas algumas vezes, numa certa época, empregando uma só técnica, e desistir do assunto para sempre, se porventura não conseguir seu objetivo. A produção do fenômeno depende de inúmeros fatores, inclusive dos componentes de natureza fisiológica do indivíduo. Por isso, convém fazer novas tentativas de vez em quando, até mesmo trocando a técnica projetiva, especialmente depois de mudar hábitos básicos ou alterar rotinas existenciais, por mais insignificantes que lhe possam parecer à primeira vista. De qualquer modo, você deve preparar-se psicologicamente para aceitar a ocorrência de projeções conscienciais espontâneas, com lucidez, desde o início, pois isso pode ocorrer em qualquer oportunidade favorável. As técnicas para projeção baseiam-se em um ou vários atributos da própria consciência de cada um, tais como a imaginação, a visualização, a concentração mental, etc. Eis uma listagem de 15 posturas psicofísicas, ou fisiológicas, técnicas, seqüenciais, que facilitam a projeção consciente:

1) Deite-se de costas no leito em posição confortável. Há quem prefira deitar-se diretamente no assoalho a fim de alcançar maior relaxamento físico (músculos) e mental (neurônios).

2) Desaperte as roupas, que devem ser mínimas (se quiser, pode ficar nu). Afrouxe o cinto, tire os óculos (ou as lentes de contato) e o relógio. Lembre-se de manter os joelhos, a nuca e os dedos sem nada que os aperte.

3) Coloque um travesseiro sob a cabeça e outros dois sob os joelhos, ou sob as áreas poplíteas (atrás dos joelhos), para lhe dar comodidade e facilitar a circulação sangüínea, se for conveniente.

4) Estire as pernas sem tensão nem rigidez.

5) Separe os pés uns 30cm um do outro.

6) Descanse os braços estendidos ao longo do corpo.

7) Abra as mãos com as palmas para baixo, sobre os travesseiros que foram colocados sob as suas pernas.

8) Repouse a cabeça numa posição que não force o seu pescoço.

9) Descontraia todos os músculos, sem esquecer os músculos mastigadores, os faciais e os do pescoço.

10) Cerre as pálpebras naturalmente como se fosse dormir.

11) Feche a boca sem provocar a contração dos lábios.

12) Evite engolir sucessivamente a saliva o que, em geral, é provocado pelo nervosismo.

13) Deixe a respiração fluir com naturalidade. A sala ou quarto deve ter boa ventilação.

14) Relaxe totalmente, inclusive os dedos das mãos, alcançando o estado da imobilidade completa (ou semiletargia).

15) Aguarde, com calma, o entorpecimento completo do seu corpo, pouco a pouco.

Os condicionamentos psicológicos da fase da pré-decolagem que predispõem a sua consciência para a projeção consciente se baseiam em mentalizações técnicas que devem ser realizadas quando você estiver nas posturas físicas referidas acima. Eis a listagem desses dez condicionamentos:

1) Concentre os pensamentos no objetivo da projeção consciente, evitando dispersões mentais e devaneios.

2) Pouco a pouco, deixe mentalmente de sentir o corpo físico com o pensamento firme na idéia de que ele não mais existe.

3) Faça a sua consciência entrar nos domínios do silêncio absoluto, como se o universo conhecido houvesse desaparecido para você.

4) Pense concentradamente na idéia de que não mais existem as formas materiais.

5) Busque a condição de alheamento íntimo a tudo o que seja material.

6) Imagine a saída da sua consciência, através do psicossoma (corpo astral) ou do corpo mental, para cima.

7) Deseje, intensamente, flutuar mais acima ainda de onde você se sente.

8) Role o psicossoma para um lado, seja à direita ou à esquerda, aquele que preferir na oportunidade.

9) Prepare-se para ouvir os chiados extrafísicos próprios da decolagem do psicossoma (sons intracranianos), fato que acontece com relativa freqüência.

10) Se acaso você perder a lucidez da consciência em vários experimentos consecutivos, auto-sugestione-se antes da experiência e irá ficar desperto no plano extrafísico.

Não se preocupe quanto às auto-sugestões nas técnicas projetivas. Elas são empregadas apenas no inicio das práticas, a fim de destruir as auto-imagens e condicionamentos do ego ou do animal-humano-encarnado. Através da repetição e do acúmulo das experiências, os próprios fatos convencem a consciência da realidade e esta acaba dispensando todas as muletas das auto-sugestões..

Fonte: Sites da Internet

Nenhum comentário:

Postar um comentário