Panacéia dos Amigos

VISITAÇÃO

terça-feira

A incivilidade brasileira

Muitas vezes ouço as pessoas comentando que “brasileiro não tem jeito”, “Brasil não é civilizado”, “Na Europa tudo é mais organizado”, “Na Europa tem educação e civilidade.” O brasileiro tem notadamente um certo desânimo em relação a si mesmo. Faz parecer que toda a violência, corrupção, desorganização e incompetência nascem e frutificam no país! Somos o todo de tudo que é degradante.

“Brava gente brasileira, longe vá temor servil”. O brasileiro parece ter medo da própria grandeza de seu futuro. Um pouco de noção histórica cai bem aqui. Não discordo de nenhum argumento sobre a civilidade européia. Mas coloquemos um parênteses. Tempo é documento. A civilização européia existe há muito mais centenas de anos do que a relativamente jovem nação tupiniquim. E neste tempo, apenas para citar o século XX, a Europa já se destruiu em duas guerras mundiais!

Como resultado diante das ruínas de sua civilização o que mais eles poderiam fazer? O que mais os japoneses poderiam fazer? Se organizar, civilizar, se unir para reconstruir. E quantas vezes esses acontecimentos se sucederam ao longo da história.

A civilização brasileira está sendo escrita com menos sangue que as demais. Este fato não deve ser motivo de chacota, mas de orgulho. Somos um país jovem, amistoso e criativo. Construindo lentamente sua sociedade. Sim, enfrentamos guerras sociais, mas todas as sociedades enfrentam as mesmas guerras. Educação e combate a violência e drogas também são lutas nos países europeus e nos Estados Unidos.

Quanto a melhor organização estamos atingindo mais rápido do que os outros porque vivemos uma época diferente, somos um povo diferente. E tenho certeza que atingiremos uma maturidade social incrivelmente criativa. Já temos demonstrado indícios interessantes. Colocamos um sociólogo como Presidente, depois um operário e agora uma mulher. Nossa música é reconhecida mundialmente, nosso futebol e vôlei também, um dos escritores mais lidos em diversos países é brasileiro, assim como um dos homens mais ricos do mundo. Uma das maiores empresas petrolíferas do mundo aqui está, a maior floresta também, e não faltam terras férteis para agricultura, nem vasto litoral para pesca, não nos faltam intelectuais, cientistas, engenheiros, juristas, enfim, temos destaques em quase todas as áreas do conhecimento humano. Várias multinacionais contratam brasileiros quando setores de sua empresa entram em crises aparentemente insolúveis. Estamos por aí. Cada vez mais se fala positivamente do Brasil e dos brasileiros.

Temos uma riqueza cultural única, povos de todas as nações, religiões de todas as partes do mundo encontram ninho seguro aqui. Vários estrangeiros celebram nossa alegria e simpatia. Somos um povo brilhante que aos poucos tem aprendido a se organizar e conquistar. O que verdadeiramente nos falta é acreditarmos em nós mesmos, como os outros povos acreditam em suas nações.

Quando tivermos o desejo de terminar a construção de nossa casa e pararmos de admirar a casa dos outros que, com certeza, na época de sua construção eram muito feias, iremos finalmente triunfar. Paremos de olhar a casa dos outros, lá , não passamos de visita, aqui a casa é nossa!

Nenhum comentário:

Postar um comentário