Panacéia dos Amigos

VISITAÇÃO

terça-feira

O mito da caverna..

O mito da caverna, obra do filósofo Platão, é uma alegoria mística criada por este filósofo grego, que era discípulo de Sócrates. Esta alegoria está no capítulo VII do seu livro “A República”, de Platão, e conta a história de alguns prisioneiros que viviam no interior de uma caverna escura. Eles estavam presos por correntes e só podiam olhar para a frente, para uma parede de pedra. Nesta parede, eram projetadas imagens que vinham de fora, do exterior da caverna, graças à ação de um fogo situado entre os prisioneiros e a saída de sua prisão. Assim, eles ficavam o dia inteiro assistindo um “cineminha” e achavam que a realidade era aquelas imagens. Eles não sabiam que as imagens que assistiam, assim como no cinema, não eram o mundo real. Um dia um prisioneiro conseguiu escapar e saiu da caverna. Ele percebeu que antes estava vivendo numa ilusão, que o mundo real estava fora da caverna e era muito mais bonito do que as imagens deste mesmo mundo projetadas na parede da caverna. Ele voltou à caverna, por compaixão de seus amigos que ainda estavam lá, e tentou convencê-los de que a vida que estavam levando era uma vida de mentiras, de sombras, e que eles deveriam fazer um esforço para conhecer a realidade, que estava fora da caverna. Mas não acreditaram nele, e tentaram matá-lo..

Nenhum comentário:

Postar um comentário