Panacéia dos Amigos

VISITAÇÃO

segunda-feira

Melodia - Elementos Musicais

Podemos entender melodia como:

  • Melodia: Uma série de notas musicais dispostas em sucessão, num determinado padrão rítmico, para formar uma unidade identificável. É um fenômeno humano universal que remonta à pré-história: em sua origem, serviram de modelo a linguagem, o canto dos pássaros e outros sons dos animais, bem como o choro e outras brincadeiras infantis.O conceito de melodia varia bastante entre diferentes culturas.
  • Melodia: Conjunto organizado de notas musicais, de diferentes freqüências (sons graves e agudos) a melodia de uma canção é aquilo que seria cantado se substituíssemos todas as sílabas regulares pela sílaba "lá". A melodia é a variação na voz do cantor, sem acompanhamento. Está presente na música popular em diversos momentos: a melodia principal (cantada pelo vocalista), as melodias de acompanhamento (cantadas pelos outros membros do grupo ou por cantoras de acompanhamento).

Para termos uma melodia é preciso movimentar o som em diferentes altitudes (freqüências). Isto é chamado de mudança de altura. Ela (a melodia) é um sistema de relação entre notas e é também o elemento mais misterioso da música. Não se sabe ao certo por que certas melodias nos despertam tantos sentimentos diferentes, nem por que uma melodia tem um caráter emocional diferente de outra, nem ao menos por que há melodias boas e outras não. O que faz uma boa melodia? Ninguém, nem os teóricos, nem os músicos, nem os compositores sabem responder essa pergunta.

Associamos a idéia de melodia a uma emoção íntima. Não podemos dizer com alguma segurança o que constitui uma boa melodia. Uma boa melodia deve nos dar a impressão de ser completa, e de que não poderia ser feita de outro modo. Ela deve ser capaz de provocar uma resposta emocional no ouvinte.

As cadências ou, pontos provisórios tornam a linha melódica mais inteligível, dividindo-a em frases que podem ser mais inteligíveis. As alturas e durações fixas funcionam em determinados momentos como pontos de ancoragem para o cérebro poder perceber as unidades estruturais de uma música.

Porém, nós, ouvintes, sabemos exatamente quando uma melodia nos agrada ou não. É algo inconsciente. Provavelmente, muito de nosso gosto melódico vem de berço - aquilo que crescemos habituados a ouvir é o nosso padrão de melodia.

Mas não se tem certeza. A melodia continua como um fenômeno bastante obscuro e, por isso mesmo, fascinante.

O que é melodioso está intimamente relacionado àquilo que pode ser cantado. O cantabile da música instrumental desenvolveu-se como uma adaptação livre do modelo vocal.

O consenso é que belas melodias têm o poder misterioso de nos comover. A melodia é aquilo que nos prende a certas músicas. Existem melodias que "grudam" em nossos ouvidos. Outras não são tão fáceis de serem memorizadas, mas quando surgem, podem deixar qualquer um arrepiado de emoção. A melodia é, dos elementos musicais, o que mais nos toca e o que mais está ligado a nossos sentimentos íntimos.

Fonte: Sites da Internet

Nenhum comentário:

Postar um comentário