Panacéia dos Amigos

VISITAÇÃO

segunda-feira

Milagre do Sol

Um breve relato sobre o misterioso "Milagre do Sol":

"Neste momento, Lúcia diz para a multidão olhar para o sol, levada por um movimento interior que a isso a impeliu. "Desaparecida Nossa Senhora, na imensa distância do firmamento, vimos, ao lado do sol, S. José com o Menino e Nossa Senhora vestida de branco, com um manto azul." Era a Sagrada Família. "S. José com o Menino pareciam abençoar o Mundo com uns gestos que faziam com a mão em forma de cruz. Pouco depois, desvanecida esta aparição, vi Nosso Senhor acabrunhado de dor a caminho do Calvário e Nossa Senhora que me dava a ideia de ser Nossa Senhora das Dores." Lúcia via apenas a parte superior do corpo de Nosso Senhor e Nossa Senhora não tinha a espada no peito. "Nosso Senhor parecia abençoar o Mundo da mesma forma que S. José. Desvaneceu-se esta aparição e pareceu-me ver ainda Nossa Senhora, em forma semelhante a Nossa Senhora do Carmo, com o Menino Jesus ao colo."

Enquanto os três pastorinhos eram agraciados com estas visões (apenas Lúcia viu os três quadros, Jacinta e Francisco viram somente o primeiro), a maior parte da multidão presente observou o chamado O Milagre do Sol.

A chuva que caía cessou, as nuvens entreabriram-se deixando ver o Sol, assemelhando-se a um disco de prata fosca, podia fitar-se sem dificuldade sem cegar. A imensa bola começou a girar vertiginosamente sobre si mesma como uma roda de fogo. Depois, os seus bordos tornaram-se escarlates e deslizou no céu, como um redemoinho, espargindo chamas vermelhas de fogo. Essa luz refletia-se no solo, nas árvores, nas próprias faces das pessoas e nas roupas, tomando tonalidades brilhantes e diferentes cores. Animado três vezes por um movimento louco, o globo de fogo pareceu tremer, sacudir-se e precipitar-se em ziguezague sobre a multidão aterrorizada. Tudo durou uns dez minutos. Finalmente, o sol voltou em ziguezague para o seu lugar e ficou novamente tranqüilo e brilhante. Muitas pessoas notaram que as suas roupas, ensopadas pela chuva, tinham secado subitamente. Tal fenômeno foi testemunhado por milhares de pessoas, até mesmo por outras que estavam a quilômetros do lugar das aparições. O relato foi publicado na imprensa por diversos jornalistas que ali se deslocaram e que foram também eles, testemunhas do milagre. O ciclo das aparições em Fátima tinha terminado. "

Fonte: Wikipédia.

Visão crítica:

É no mínimo curioso, conforme li, cientistas declararam que nenhuma atividade relevante foi constatada no sol. Afinal algo dessa monta significaria uma tragédia sem precedentes na existência do sistema solar.

Porém, o fato do evento ter sido anunciado, o abrupto início e final do evento sobre o Sol, a natureza diversa dos observadores, que incluía crentes e descrentes e o grande número de pessoas presentes põem uma barreira à hipótese de alucinação em massa

A atividade do Sol reportada, visível a pessoas a 18 quilômetros de distância do lugar, põe uma barreira à hipótese de histeria em massa.

Tentou explicar-se o pretenso milagre com base em fenômenos naturais , Entretanto, o fato inegável da predição de que ia ocorrer em determinada data põe a explicação natural em xeque.

Como diria Sherlock Holmes "Quando todas as hipóteses naturais são descartadas, a que resta por mais improvável que seja, deve ser a verdade". Dentro deste pensamento uma corrente alega que o evento foi causado por algum tipo de OVNI. Afinal, outros casos do gênero já foram relatados por santos e homens de fé em outras ocasiões.

Verdade ou não, o fato é que o SOL não se moveu naquele dia, mais de 50 mil pessoas testemunharam o acontecimento, não houve acontecimento metereológico e não havia na época possibilidade tecnológica de humanos terem causado o efeito. Definitivamente mais um arquivo válido para a Panacéia dos Mistérios.

sábado

Centros de peregrinação.

Alguns dos centros de peregrinação mais conhecidos do mundo.

MECA, ARÁBIA SAUDITA

Todos os anos, cerca de três milhões de muçulmanos vão a Meca atendendo a uma determinação de Allah de que cada fiel deve visitá-la ao menos uma vez na vida.

JERUSALÉM, ISRAEL

Ponto de peregrinação judaica, muçulmana e cristã, Jerusalém recebe fiéis que visitam o "Muro das Lamentações"( o que restou do Templo Sagrado Judaico), o "Domo da Rocha"(erguido no local aonde Maomé ascendeu aos céus) e refazem a via-crúcis de Jesus, o Cristo.

MONTE FUJI, JAPÃO

O Monte Fuji era a morada dos oráculos que faziam previsões aos peregrinos vindos das mais remotas partes do país.

ALABAHA, ÍNDIA

A cada doze anos a cidade é palco da maior peregrinação do planeta, o Kumbha Mela. Em 2001, 25 milhões de fiéis participaram do ritual que consiste em banhar-se no encontro dos rios Ganges e Yamuna para redimir-se de todos os pecados.

LOURDES, FRANÇA

Foi em 1858 que Nossa Senhora fez sua primeira aparição para a menina Bernadette na Gruta de Massabiele, na cidade de Lourdes.

MONTE SINAI, EGITO

Foi nessa montanha que Moisés recebeu os Dez Mandamentos. Também ergueu-se o monastério ortodoxo de Santa Catarina, visitado por cristãos, judeus e muçulmanos.

VARANASI, ÍNDIA

Nas escadarias (chamadas ghats) às margens do Rio Ganges, os peregrinos hindus tomam um banho para purificar-se.

APARECIDA DO NORTE, BRASIL

O Santuário de Aparecida, que abriga a imagem da padroeira do Brasil, recebe em média 8 milhões de peregrinos todo ano.

ASSIS, ITÁLIA

Cidade de São Francisco de Assis, exemplo de caridade e desprendimento é visitada por fiéis de todas as religiões.

FÁTIMA, PORTUGAL

Centro de peregrinação católica, o local foi palco da aparição da Virgem Maria para três camponeses em 1917..

COMPOSTELA, ESPANHA

O medieval Caminho de Santiago de Compostela é uma das peregrinações mais populares e conhecidas em todo o mundo..

Fonte de pesquisa: Revista das Religiões, abril/2005.

quinta-feira

O Caminho de Santiago de Compostela

O Caminho de Santiago de Compostela é uma rota secular de peregrinação religiosa, que se estende por toda a Península Ibérica até a cidade de Santiago de Compostela, localizada no extremo Oeste da Espanha, onde se encontra o túmulo do apóstolo Tiago.

Tiago foi um pescador que vivia às margens do lago Tiberíades; filho de Zebedeo e Salomé, e irmão de João O Evangelista. Segundo a tradição, após a dispersão dos apóstolos pelo mundo, Tiago foi pregar o evangelho na província romana da Galícia, extremo oeste espanhol. De volta a Jerusalém, o apóstolo foi perseguido, preso e decapitado a mando de Herodes no ano 44. Seus restos foram lançados para fora das muralhas da cidade. Os discípulos Teodoro e Atanásio recolheram seu corpo e levaram-no de volta para o Ocidente, aportando na costa espanhola, na cidade de Iria Flavia.

O corpo do apóstolo foi sepultado secretamente num bosque chamado Libredón. Assim, o local permaneceu oculto durante oito séculos. Uma certa noite, o ermitão Pelayo observou um fenômeno que ocorria neste bosque: uma chuva de estrelas se derramava sobre um mesmo ponto do Libredón, proporcionando uma luminosidade intensa. Tomando conhecimento das ocorrências, o bispo de Iria Flavia, Teodomiro, ordenou que fossem feitas escavações no local. Assim, no dia 25 de Julho de (provavelmente) 813, foi encontrada uma arca de mármore com os restos do apóstolo Tiago Maior.

A notícia se espalhou rapidamente, e o local passou a ser visitado por andarilhos de toda a Europa a fim de conhecer o sepulcro do Santo. A quantidade de peregrinos aumentava intensamente a cada ano. Nobres e camponeses dirigiam-se em caravanas, caminhando ou cavalgando em busca de bênçãos, cura para as enfermidades, cumprir promessas ou apenas aventuravam-se em terras distantes.

O rei Afonso II ordenou que no local da descoberta fosse erigida uma capela em honra a São Tiago, proclamando-o guardião e padroeiro de todo o seu reino. Em pouco tempo, uma cidade foi erguida em torno daquele bosque, e denominada Compostela. A origem etimológica do nome remete ao latim: Campus Stellae, ou Campo das Estrelas, e assim a junção final: Compostela.

No ano de 899, Afonso III construiu uma basílica sobre o rústico templo erguido por seu antecessor. Porém, oitos anos mais tarde, a basílica foi saqueada pelo árabe Almanzor, que respeitosamente, preservou as relíquias do apóstolo. Em 1075, iniciou-se a construção da atual catedral, cinco vezes maior que a anterior.

Curiosidade:

Geralmente, o viajante carrega consigo uma concha (conhecida também por Vieira) que possui vários significados. Segundo a lenda, um homem percorria o Caminho a cavalo, quando repentinamente o animal disparou em direção ao mar. O peregrino evocou Santiago, e uma forte onda devolveu-o a terra firme. Retomada a consciência, o peregrino percebeu que seu manto estava repleto de conchas. Assim, a Vieira assumiu um significado de proteção, que também está associada ao Graal. Simboliza, para o viajante, absorver a sabedoria e a entidade de Cristo como seu Eu Superior.

Durante todo o percurso, existem albergues instalados em velhas construções medievais, destinados especialmente a atender os peregrinos. Além de hotéis, pousadas, e os próprios habitantes que cedem suas casas como abrigo. O peregrino carrega consigo uma credencial, que deve ser carimbada em igrejas ou no órgão de turismo correspondente ao local. Munido de um mapa, o viajante também conta com as discretas setas pintadas em rochas, muros e árvores, que funcionam como um guia constante, e evitam que o aventureiro se perca. Ao concluir o Caminho chegando à Catedral de Santiago, o peregrino apresenta a credencial e recebe a Compostelana, uma espécie de certificado de que todo o percurso de 800km foi concluído.

Fonte de pesquisa: Sites da Internet

quarta-feira

Stonehenge

Stonehenge (do inglês arcaico "stan" = pedra, e "hencg" = eixo) é um monumento megalítico da Idade do Bronze, localiza-se na planície de Salisbury, próximo a Amesbury, no condado de Wiltshire, no Sul da Inglaterra.

Mitos, lendas e teorias

Denominado pelos Saxões de "hanging stones" (pedras suspensas) e referido em escritos medievais como "dança dos gigantes", existem diversas lendas e mitos acerca da sua construção, creditada a diversos povos da Antiguidade.

Uma das opiniões mais populares foi a de John Aubrey. No século XVII, antes do desenvolvimento dos métodos de datação arqueológica e da pesquisa histórica, foi quem primeiro associou este monumento, e outras estruturas megalíticas na Europa, aos antigos Druidas. Esta idéia, e uma série de falsas noções relacionadas, difundiram-se na cultura popular do século XVII, mantendo-se até aos dias atuais.

Na realidade, os Druidas só apareceram na Grã-Bretanha após 300 a.C., mais de 1500 anos após os últimos círculos de pedra terem sido erguidos. Algumas evidências, entretanto, sugerem que os Druidas encontraram os círculos de pedra e os utilizaram com fins religiosos.

Outros autores sugeriram que os monumentos megalíticos foram erguidos pelos Romanos, embora esta idéia seja ainda mais improvável, uma vez que os Romanos só ocuparam as Ilhas Britânicas após 43, quase dois mil anos após a construção dos círculos de pedra.

Somente com o desenvolvimento do método de datação a partir do Carbono-14 estabeleceram-se datas aproximadas para os círculos de pedra. Durante décadas não foram formuladas explicações plausíveis para a função dos círculos, além das suposições de que se destinavam a rituais e sacrifícios.

A arqueoastronomia

Nascer do Sol sobre Stonehenge na manhã do solstício de verão (21 de junho de 2005).Nas décadas de 1950 e de 1960, o professor Alexander Thom, coordenador da Universidade de Oxford e o astrônomo Gerald Hawkins abriram caminho para um novo campo de pesquisas, a Arqueoastronomia, dedicado ao estudo do conhecimento astronômico de civilizações antigas. Ambos conduziram exames acurados nestes e em outros círculos de pedra e em numerosos outros tipos de estruturas megalíticas, associando-os a alinhamentos astronômicos significativos às épocas em que foram erguidos. Estas evidências sugeriram que eles foram usados como observatórios astronômicos. Além disso, os arqueoastrônomos revelaram as habilidades matemáticas extraordinárias e a sofisticação da engenharia que os primitivos europeus desenvolveram, antes mesmo das culturas egípcia e mesopotâmica. Dois mil anos antes da formulação do teorema de Pitágoras, constatou-se que os construtores de Stonehenge incorporavam conhecimentos matemáticos como o conceito e o valor do π (Pi) em seus círculos de pedra.

A explicação científica para a construção está no ponto em que o lugar tenha sido concebido para que um observador em seu interior possa determinar, com exatidão a ocorrência de datas significativas como solstícios e equinócios, eventos celestes que anunciam as mudanças de estação. Para isto bastando se posicionar adequadamente entre os mais de 70 blocos de arenito que o compunham e observa-se na direção certa. Esta descoberta se deu em 1960, demonstrando através da arqueologia que os povos neolíticos a 3000 anos antes de Cristo já tinham este conhecimento. A importância estaria vinculada diretamente a agricultura dos povos da época. Segundo o historiador Johnni Langer, a vida dos povos agrícolas está ligada ao ciclo das estações, e o homem pré-histórico precisava demarcar o tempo para saber quais eram as melhores épocas para colheita e semeadura, e a observação do céu nasce daí.

Características

Stonehenge é uma estrutura composta, formada por círculos concêntricos de pedras que chegam a ter cinco metros de altura e peso de quase cinqüenta toneladas.

Recolhendo os dados a respeito do movimento de corpos celestiais, as observações de Stonehenge foram usadas para indicar os dias apropriados no ciclo ritual anual. Nesta consideração, é importante mencionar que a estrutura não foi usada somente para determinar o ciclo agrícola, uma vez que nesta região o Solstício de Verão ocorre bem após o começo da estação de crescimento; e o Solstício de inverno bem depois que a colheita é terminada. Desta forma, as teorias atuais a respeito da finalidade de Stonehenge sugerem seu uso simultâneo para observações astronômicas e a funções religiosas, sendo improvável que estivesse sendo utilizado após 1100 a.C..

A respeito da sua forma e funções arquitetónicas, os estudiosos sugeriram que Stonehenge - especialmente seus círculos mais antigos - pretendia ser a réplica de um santuário de pedra, sendo que os de madeira eram mais comuns em épocas Neolíticas.

No dia 21 de Junho, o Sol nasce em perfeita exatidão sob a pedra principal.

Segundo dados mais recentes, obtidos por arqueólogos chefiados por Mike Parker Pearson, Stonehenge está relacionada com a existência do povoado Durrington. Este povoado formado por algumas dezenas de casas construídas entre 2600 a.C. e 2500 a.C., situado em Durrington Walls, perto de Salisbury, é considerada a maior aldeia neolítica do Reino Unido. Segundo os arqueólogos foi aí encontrada uma espécie de réplica de Stonehenge, em madeira.

Fonte: Wikipédia, a enciclopédia livre.

segunda-feira

O Monstro da Amazônia

Há algum tempo, ouvi sobre a existência de um monstro na floresta amazônica, na verdade creio que se tratava de uma matéria em algum programa de TV, de fato, não me recordo a fonte, mas não me esquecia da descrição de um monstro gigante, com uma boca malcheirosa, no centro da barriga e que teria sido caçada por um aventureiro estrangeiro que alegava ter encontrado a criatura, mas não havia conseguido elimina-la e não queria mais saber do assunto. Não encontrei mais nada a respeito até que, anos depois, um amigo para quem havia relatado o que sabia me indicou esta matéria do New York Times que posto aqui na PANACÉIA DOS MISTÉRIOS: Cientistas tentam encontrar "monstro da Amazônia" 07 de julho de 2007 Uma espécie de "monstro" lendário que habitaria a floresta Amazônica tem atraído um grande número de cientistas para a região. Nos últimos anos, eles realizaram diversas expedições para tentar encontrar a criatura, chamada de mapinguary. A simples menção ao nome do mapinguary é suficiente para dar calafrios na espinha da maioria daqueles que habitam a floresta. O folclore na região é cheio de histórias sobre encontros com a criatura e, quase em todas as tribos indígenas da Amazônia há uma palavra para designá-lo. O nome geralmente pode ser traduzido como "a besta malcheirosa" ou "o animal barulhento". A maioria dos que dizem ter visto o mapinguary o descrevem como uma criatura alta, que atingiria 2 m de altura quando estaria sobre as duas pernas. Ele também emitiria um cheiro muito forte e extremamente desagradável. Em alguns lugares, a criatura é descrita como tendo dois olhos, mas há quem diga que ele possui apenas um, como os ciclopes da mitologia grega. Alguns afirmam que o animal possui uma grande boca malcheirosa. Os cientistas que foram à Amazônia em busca do mapinguary não tiveram sucesso, mas, pelo menos um deles, afirma que pode explicar a origem da criatura. David Oren, ex-diretor de pesquisa no Instituto Goeldi, em Belém, afirma que a lenda do mapinguary é baseada no contato que os humanos tiveram com os últimos representantes da espécie das preguiças que não viviam em árvores e habitavam o solo. "Nós sabemos que essas espécies extintas podem sobreviver como lendas por centenas de anos. Mas, quanto a saber se o animal ainda existe ou não, é uma outra questão, que nós não podemos responder ainda." Segundo Domingos Parintintin, líder de uma tribo que vive na Amazônia, a única maneira de matar o mapinguary é dando uma pancada na cabeça do animal. Porém, ele afirma que o melhor a fazer é subir em uma árvore e se esconder, em vez de tentar matá-lo, já que a criatura tem o poder de fazer a vítima ficar tonta e "ver o dia virar noite". The New York Times

terça-feira

Fantomas

Fantomas, o guerreiro da justiça era, sem dúvida, um dos mais estranhos animes e “heróis” favoritos da minha infância. Seu nome original é Ogon Batto ou "Morcego Dourado", criado por Takeo Nogamatsu em 1967 . Seu seriado foi exibido pela rede Record entre os anos de 73/84. Eu não sabia nada disso, é evidente, na época. O que interessava eram as aventuras deste estranho personagem : Uma caveira que veste uma capa e leva em sua mão uma clava dourada que dispara raios e se move de acordo com sua vontade. Uma caveira que era na verdade um guerreiro bom e nobre enfrentando vilões. Além de tudo, sua origem vinha da Atlântida, tudo isto criava uma aura de mistério e fascínio. Era interessante você admirar um personagem de visual nada carismático. Mas, um poucos minutos da trama e você já está empolgado com este herói morto-vivo dourado. A história em resumo é esta: Há muito tempo atrás no misterioso continente chamado Atlântida, um sacerdote espalhou o medo em sua época adotando o nome de Doutor Morte. Os sacerdotes de Atlântida criaram Fantomas o Guerreiro da Justiça para lutar contra este vilão. Muitos milênios se passaram até que um dia o Dr Steel, um cientista renomado, acaba salvando a única sobrevivente de um naufrágio, uma garota chamada Marie que estava em uma expedição com seu pai a procura do continente perdido de Atlântida. A expedição fora atacada pelo terrível Doutor Zero que pretende, junto com seus ajudantes, dominar a humanidade. Após salvar Marie, o Dr. Still, que viaja com seu filho Terry e seu ajudante Gabi no Super Carro, tem de fugir das garras do Doutor Zero e acabam por acaso se refugiando em Atlântida. Lá encontram um caixão com a seguinte incrição: “Há cada 10.000 anos um grande mal ameaça a Terra e somente o guerreiro que está no esquife poderá vencê-lo”. Para despertá-lo era preciso derramar água em seu corpo e Marie faz isso. A partir daí renasce Fantomas o Guerreiro da Justiça, para lutar contra o mal que assola a Terra. Pois, muito bem. O Fantomas possui grande força, capacidade de voar, corpo de metal indestrutível e poderes “místicos” tais como viajar entre dimensões, controlar tempestades e criar terremotos. Sua única fraqueza é a desidratação de seu corpo o que o levaria a imobilidade total. Seu arquinimigo é o Doutor Zero que possui uma garra mecânica em uma das mãos e quatro olhos que disparam raios. Uma marca registrada de Fantomas era que seu surgimento, sempre que Marie precisava de ajuda, era sempre precedido de um pequeno morcego dourado e de sua gargalhada sobrenatural . Foram diversas histórias, adversários terríveis, um pouco de misticismo, histórias de terror e aventura. Enfim, um anime clássico e de feliz memória para muitos da minha geração.

sábado

Sawamu, o Demolidor

"Ele se julgava o Demolidor,

Ele se julgava o Demolidor,

Mas não sabia que seu mundo era pequeno,

E os insetos que vagam pelos charcos,

Tem poucas chances de chegar ao Oceano...

Ele se julgava o Demolidor,

Ele se julgava o Demolidor..."

Eu não perdia este anime. A história de Sawamu, o demolidor. Um lutador de Caratê que se chamava Tadashi Sawamu e que desdenhava de um novo estilo de luta o Chute-Boxe (Kickboxing), mas quando enfrenta o campeão de Chute-Boxe Tailandês (Muhaj Thaj) é vergonhosamente derrotado.

Resolve aderir ao Chute-Boxe para se tornar o maior lutador do mundo. Inicia um série de árduos treinamentos acompanhado de seu treinador Endo e seu empresário Noguchi. Sawamu consegue adquirir habilidade, força e mesmo revolucionar o estilo com novos golpes criados por ele como seu terrível "Salto no vácuo com Joelhada" e o "Salto no vácuo com chute lateral" ele acaba enfrentando e vencendo adversários formidáveis tais como o campeão Switton, Bokotton "O Homem de Ferro" e o terrível Ponshai Sheriakan "O Lagarto de Fogo", na verdade o conflito com Sheriakan gerou dois confrontos épicos com resultados distintos.

Este anime é baseado na vida real do lutador Tadashi Sawamura (leia-se "Sauamura"), um lutador muito famoso no Japão do final dos anos 60. A leitura do nome foi modificada na Brasil para "Savamu". A série foi produzida pela Toei Animation em 1970 e teve 26 episódios. O Sawamura real aparece em um episódio da série O Regresso de Ultraman, onde faz um rápido treino de combate com Hideki Goh. A tradução do título original, Kick no Oni é "O Demônio do Chute".

Foram incontáveis as lutas (e os hematomas conseqüentemente) que inspiraram muitas brincadeiras de infância. Bons momentos. Vida longa a Sawamu, o demolidor!

Abertura no You Tube:

http://www.youtube.com/watch?v=s1-vr0XuHoQ

Data: 1970

Episódios: 26 (coloridos)

Exibido em 1982/83 pelas Emissoras Record e Gazeta

segunda-feira

Temas de Abertura: Yamato, Star Blazers, Patrulha Estelar

Tema de Abertura: 1ª temporada.

We're off to outer space

We're leaving Mother Earth

To save the human race

Our Star Blazers

Searching for a distant star

Heading off to Iscandar

Leaving all we love behind

Who knows what danger we'll find?

We must be strong and brave

Our home we've got to save

If we don't in just one year

Mother Earth will disappear

Fighting with the Gamilons

We won't stop until we've won

Then we'll return and when we arrive

The Earth will survive

With our Star Blazers

Tema de Abertura: 2ª temporada.

We're off to outer space

We're leaving mother Earth

To save the human race

Our Star Blazers

A cry for help, a desperate plight

Makes our Star Force reunite

As we rush to meet our fate

The Comet Empire awaits

We must be strong and brave

To stop its evil ways

If Zordar's plot should work

He'll destroy the universe

We'll fight the Comet Empire

Battle through the raining fire

Filled with the hope that Earth will survive

We'll keep peace alive with

Our Star Blazers

Tema de Abertura: 3ª temporada.

We're off in outer space

Protecting Mother Earth

To save the human race

Our Star Blazers

Danger lurking everywhere

But we know we've got to dare

Evil men with evil schemes

They can't destroy all our dreams

We must be strong and brave

Our home we've got to save

We must make the fighting cease

So Mother Earth will be at peace

Through all the fire and the smoke

We will never give up hope

If we can win the Earth will survive

We'll keep peace alive

With our Star Blazers

sábado

Sou do tempo em que...

...se comprava bala Klep´s, pirocóptero, balas soft, 7belo,Mentex e Dulcora ... Milkybar era Lolo e Crunch era Kri. ...havia sorvetes do Icepop, furabolo e outros da Gellato ...na TV passava o especial da família Halley ... orelhão era a única saída para quem quisesse telefonar fora de casa. E de quebra ainda tinha que comprar uma cartela de ficha telefônica na banca de jornal, que eram como pequenas moedas. ...e os orelhões eram laranja e azul. ... se gravava fitas K7 com os maiores sucessos do rádio. ...se fazia prova em folha de papel almaço. E trabalho de escola era mimeografado. ... era indicado tomar uma colherada de Biotônico Fontoura antes da comida, para abrir o apetite. ... o SBT se chamava TVS. E passava "A Semana do Presidente" todo domingo. ... para comprar refrigerante de litro, era preciso levar a garrafa (de vidro) e esperar em uma fila do lado de fora do supermercado. ... papel de impressora vinha com furinhos nas laterais. ... Real era Cruzeiro, Cruzeiro Novo, Cruzado, Cruzado novo e por aí vai... ... o Cid Moreira dava boa noite
...havia brinquedos bobos como o burrinho de madeira ...se brincava com os Pinos Mágicos ...e também de Playmobil
...do tempo em que havia um comercial de fusca onde se dizia...”pois é!!!”
POIS É!

terça-feira

Yamato, Star Blazers, Patrulha Estelar

Um pouco mais de informação sobre meu anime favorito! Somente quem teve o privilégio de acompanhar esta série na infância pode dizer o quanto um "simples" desenho pode marcar indelevelmente a memória e alma de uma pessoa. Isto ocorre apenas aos clássicos, que são por definição os melhores!
Cançaõ Tema da primeira série Quest to Iscandar: We’re off to outer space We’re leaving Mother Earth To save the human race Our Star Blazers Searching for a distant star Heading off to Iscandar Leaving all we love behind Who knows what danger we’ll find? We must be strong and brave Our home we’ve got to save If we don’t in just one year Mother Earth will disappear Fighting with the Gamilons We won’t stop until we’ve won Then we’ll return and when we arrive The Earth will survive With our Star Blazers
Personagens da Patrulha Estelar: Derek Wildstar Derek Wildstar - Líder do Esquadrão Tigres Negros de combate e futuro capitão da Argo (Yamato); Lola - Enfermeira Chefe, Operadora de Radar e o amor de Wildstar; Sandor - O genial Chefe do laboratório de Ciências . IQ-9 - Um interessante robô Orion - Engenheiro chefe e amigo do capitão; Capitão Avatar - Capitão da Argo (Yamato) Mark Venture - O melhor amigo de Derek e navegador da Argo. Comandante das Forças de Defesa da Terra Doutor Sane - O excêntrico doutor a bordo da Argo;
Os vilões Deslock Deslock - Líder de Gamilion, um conquistador de planetas. Krypt - Conselheiro de Deslock Ganz - Oficial Comandante da base Pluto dos Gamilions; Príncipe Zodar - Comandante do Cometa Império General Gorce - Braço direito do Príncipe Zodar;
Sinopse das Temporadas que passaram no Brasil: Cometa Império (Segunda Temporada - Versão Americana)No ano 2201, a Terra ainda se recupera da guerra contra Gamilon (Primeira Temporada) quando um estranho corpo celeste parecido com um cometa se aproxima de nosso planeta. Este cometa é na verdade uma máquina de guerra com capacidade de destruição planetária, conhecida como Cometa Império e comandada pelo Príncipe Zodar.
Ao receber um pedido de socorro de Trilena, uma paranormal sobrevivente de um planeta devastado pelo Cometa Império, Wildstar reune a Patrulha Estelar para verificar o que está acontecendo. Assim começa a guerra da frota terretre, da patrulha estelar e de Trilena para vencer este terrível novo inimigo que avança para conquistar a Terra.
A Crise do Sol (Bolar War - Terceira Temporada - Versão Japonesa)
No ano 2203, a Terra vivia um momento de prosperidade nunca antes vivido, e começava a expandir seus domínios e colonizar áreas além do sistema solar. Nesta mesma época, Deslock, vagando pelo espaço após a destruição de Gamilon, decide encontrar um novo planeta para reconstruir seu império. Ele encontra o planeta Galman, uma antiga colônia de Gamilon, escravizada pela Federação Bolar.
Deslock consegue libertar o planeta e é aclamado seu novo imperador, assim começa a guerra entre as forças da federação Polar e o império Galman-Gamilon. Em uma destas batalhas, um míssil destruidor de planetas é lançado por uma nave Galman e erra o alvo. O míssel fica vagando pelo espaço até que atinge o Sol e desencadeia um processo de fissão em que o Sol se transformará numa Super Nova e destruirá todo o sistema Solar.
A Patrulha Estelar, com Wildstar promovido a capitão da Yamato, é chamada para uma díficil missão. No decorrer de um ano, um novo planeta que tenha as mesmas características da Terra, deve ser encontrado para que a população terrestre seja abrigada antes que o Sol torne a vida na Terra impossível.
Durante sua busca, a Patrulha Estelar acaba se envolvendo na guerra espacial entre a federação Polar e o império Galman-Gamilon e Deslock acaba lutando lado a lado com a Yamato para tentar resolver a Crise do Sol.

sábado

Frases Divertidas

Vale um sorriso pensativo:
"Não paramos de nos divertir por ficarmos velhos. Envelhecemos porque paramos de nos divertir." (Autor desconhecido)
"Por maior que seja o buraco em que você se encontra, sorria, porque, por enquanto, ainda não há terra em cima." (Autor desconhecido)
"Eu não tenho medo de morte, eu apenas não quero estar lá quando acontecer." (Woody Allen)
"Está comprovado que doce não engorda, quem engorda é você!" (Autor desconhecido)
"Tempo é dinheiro. Vamos, então, fazer a experiência de pagar as nossas dívidas com o tempo." (Barão de Itararé)
"Existem três tipos de pessoas, as que sabem contar e as que não sabem." (Autor desconhecido)
"O primeiro sentimento de quem está de dieta é o de revolta. Dá vontade de acabar com tudo, a começar pelo que tem na geladeira." (Autor desconhecido)

"Se um dia sentir um enorme vazio dentro de você, vá comer! Pode ser fome." (Autor desconhecido)

"Sabe o que é a meia-idade? É a altura da vida em que o trabalho já não dá prazer, e o prazer começa a dar trabalho." (Autor desconhecido)

"Nunca se ache demais, pois tudo o que é demais sobra, tudo o que sobra é resto e tudo o que é resto vai para o lixo." (Autor desconhecido)

"Triste não é mudar de idéia. Triste é não ter idéia para mudar." (Francis Bacon)

"Época triste a nossa, mais fácil quebrar um átomo do que o preconceito!" (Albert Einstein)

"Há duas coisas infinitas: o Universo e a tolice dos homens." (Albert Einstein)

"Uma mentira pode dar a volta ao mundo, enquanto a verdade ainda calça seus sapatos." (Mark Twain)

"Nunca se explique. Seus amigos não precisam, e seus inimigos não vão acreditar." (Autor desconhecido)

"Se dinheiro falasse, o meu diria tchau." (Autor desconhecido)

"Arqueólogo: alguém cuja carreira está em ruínas." (Autor desconhecido)

"Canela: Dispositivo para achar mobília na escuridão." (Autor desconhecido)

"Nunca tenha medo de tentar algo novo. Lembre-se, os amadores construíram a arca. Profissionais construíram o Titanic." (Autor desconhecido)

"Pior que não ter onde cair morto, é não ter onde ficar em pé vivo." (Autor desconhecido)

"Sem dúvida, a maior invenção da humanidade foi a cerveja. Tudo bem, a roda também foi importante, mas garanto que ela não desce tão bem acompanhada de uma pizza." (Dave Berry)