Panacéia dos Amigos

VISITAÇÃO

terça-feira

Madredeus

Os Madredeus são o grupo musical português que atingiu maior projeção em todo o mundo. A sua música é uma feliz combinação das influências da música tradicional portuguesa , música erudita e música popular contemporânea, inclusive a música popular brasileira (especialmente a bossa nova). Muito embora a musicalidade do grupo sempre tenha sido, erroneamente, referida como fado, gênero musical português mais conhecido , o grupo jamais se descreveu desta forma, sem , no entanto, negar uma aproximação do "espírito musical" do fado.
Os Madredeus no ínicio de carreira

Foram vinte anos de carreira, nos quais lançaram 14 álbuns e estiveram em turnê em 41 países - incluindo a Coréia do Norte e um festival de música na Noruega, dentro do círculo polar ártico. Em 28 de novembro de 2007, porém, o anúncio da saída de Teresa Salgueiro, Fernando Júdice e José Peixoto tomou os fãs do grupo de surpresa. Pedro Ayres Magalhães declarou que o futuro do grupo é incerto e que, na opinião dele, torna-se difícil pensar em um retorno sem a presença de Teresa Salgueiro, cuja voz tornou-se emblemática para os Madredeus.

Tive a oportunidade de assisti-los em duas ocasiões , uma na cidade de Sorocaba e outra no Parque do Ibirapuera. Em especial, a de Sorocaba me marcou mais profundamente, pois, foi a primeira vez que tive oportunidade de assistir uma apresentação ao vivo do grupo e além disso, fiquei muito próximo do palco.

Madredeus é arrebatador. Suas melodias e a voz de Teresa tem algo de divino. Não há exagero nisso.

É um trabalho repleto de graça e inspiração. Procurem conhecer! Madredeus, acreditem, é pura panacéia essencial!

Fonte de pesquisa: Wikipédia

Discografia:

* Os Dias da MadreDeus (1987) * Existir (1990) * Lisboa (1992, ao vivo, gravado no Coliseu dos Recreios em Lisboa) * O Espírito da Paz (1994) * Ainda (1995, banda sonora do film Lisbon Story de Wim Wenders) * O Paraíso (1997, primeiro álbum com a atual formação do grupo) * O Porto (1998, ao vivo, gravado no Coliseu do Porto) * Antologia (2000, coletânea com duas canções inéditas) * Movimento (2001) * Palavras Cantadas (2001, coletânea direcionada ao público brasileiro e abrangendo o trabalho do grupo entre os anos de 1990 e 2000) * Electronico (2002) - releitura eletrônica de vários temas do grupo * Euforia (2002, ao vivo, com a participação da Flemish Radio Orchestra) * Um Amor Infinito (2004) * Faluas do Tejo (2005)

Videografia:

* Les Açores de Madredeus (1995) - documentário francês sobre o Madredeus filmado nos Açores, em VHS e DVD * Lisbon Story (1995) (Viagem a Lisboa, Portugal; O Céu de Lisboa, Brasil) - filme escrito e dirigido por Wim Wenders, em VHS e DVD * O Espírito da Paz (1998) - VHS * O Porto (1998) - concerto ao vivo no Coliseu do Porto, em VHS * Euforia (2002) - concerto ao vivo do Madredeus com a Flemish Radio Orchestra, em DVD * Mar (2006) - registro da apresentação do Madredeus e do Lisboa Ballet Contemporáneo, em DVD

Link vídeos:

Vídeo : http://www.youtube.com/watch?gl=BR&hl=pt&v=4z1l3Mop0_A Haja o que houver

http://www.youtube.com/watch?v=hCUOQYruotI Ao longe o mar

http://www.youtube.com/watch?v=wkqG_scf_2g O Paraíso

Yamato, Star Blazers, Patrulha Estelar Argo

Título original: Chusenkan Yamato

Meu anime favorito! Yamato, Starblazers, Patrulha Estelar Argo. Nove entre dez pessoas da minha geração que questiono não recorda ter assistido este clássico anime que, para mim, é inesquecível.

Yamato me colocou, pela primeira vez, ainda criança diante de uma trama envolvente, com sentimentos e emoções realistas. Paixões, conflitos, medos, angústias eram trabalhados em roteiros de ficção cientifica inspirados. E a aventura em si, era épica sempre com grandes e e inesquecíveis batalhas envoltas em sua poderosa trilha sonora de Hiroshi Miyagawa.

Yamato foi um supercouraçado utilizado na II guerra mundial pelos japoneses, ainda que um orgulho para a nação na época, foi enviado em uma missão suicida e destruído pelas forças americanas de combate. A trama da primeira temporada se trata justamente do resgate do Couraçado e sua transformação numa poderosa nave interplanetária com a missão de salvar o planeta Terra.

O anime estreou no Japão em outubro de 1974. Esta série se tornaria um marco na história da arte da animação, obra-prima da ficção científica. Idealizada por Yoshinobu Nishizaki e realizada por Reiji Matsumoto. No Brasil, a série foi transmitida na TV Manchete, no programa infantil "Clube da Criança".

Este anime teve forte impacto sobre mim, na maneira como desenvolveria tramas, e isto foi patente nos treze anos em que mestrei RPG em minha campanha.

Yamato foi a semente que desenvolveu em mim o gosto pelas histórias bem feitas, os épicos inesquecíveis!

Link no You Tube:

http://www.youtube.com/watch?v=fyKViW38nIM&feature=related

http://www.youtube.com/watch?v=IOW8uJxLlUQ

Blackbird

Blackbird singing in the dead of the night
Take these broken wings and learn to fly
All your life
You were only waiting for this moment to arise.
Blackbird singing in the dead of the night
Take these sunken eyes and learn to see
All your life
You were only waiting for this moment to be free.
Blackbird fly, Blackbird fly
Into the light of the dark black night.
Blackbird fly, Blackbird fly
Into the light of the dark black night.
Blackbird singing in the dead of the night
Take these broken wings and learn to fly
All your life
You were only waiting for this moment to arive
You were only waiting for this moment to arive
You were only waiting for this moment to arive.

Pássaro Negro

Passáro negro cantando no silêncio da noite
Pegue estas asas quebradas e aprenda a voar
Toda sua vida
Você só estava esperando este momento para decolar.
Passáro negro cantando no silêncio da noite
Pegue estes olhos fundos e aprenda a enxergar
Toda sua vida
Você só estava esperando este momento para ser livre.
Passáro negro , voe. Passáro negro , voe
Para dentro da luz da noite escura e negra
Passáro negro , voe. Passáro negro , voe
Para dentro da luz da noite escura e negra
Passáro negro cantando no silêncio da noite
Pegue essas asas quebradas e aprenda a voar
Toda sua vida
Você só estava esperando este momento chegar
Você só estava esperando este momento chegar
Você só estava esperando este momento chegar

"Blackbird" Lennon/McCartney

Vídeo:http://www.youtube.com/watch?v=-ERnT1X9HPw

sexta-feira

O Barbeiro

O Barbeiro

Um dia um homem foi ao barbeiro. Enquanto tinha seus cabelos sendo cortados, conversava com o barbeiro. Falava da vida e de Deus. Daí a pouco, o barbeiro, incrédulo, não agüentou e falou: - Deixa disso, meu caro, Deus não existe. - Por que? - Se Deus existisse, não haveria tantos doentes, mendigos, pobres... Olhe em volta e veja quanta tristeza. É só andar pelas ruas e enxergar. - Bem, essa é a sua maneira de pensar, não é? - Sim, claro. Pois bem. O freguês pagou o corte e foi saindo, quando avistou imediatamente um maltrapilho imundo, com longos cabelos, barba desgrenhada, suja, abaixo do pescoço. Não agüentou, deu meia volta e interpelou o barbeiro: - Sabe, não acredito em barbeiros. - Como assim? - Se existissem barbeiros, não haveriam pessoas de cabelos e barbas compridas. - Ora, existem tais pessoas porque evidentemente não vem a mim, não vão ao barbeiro. Eu não tenho culpa. - Ah... Agora eu entendi porque você não acredita em Deus.

Autoria Desconhecida

FRASES: várias.

Os grandes navegadores devem sua reputação aos temporais e tempestades. (Epicuro)

No meio de qualquer dificuldade encontra-se a oportunidade. (Albert Einstein)

A verdadeira medida de um homem não é como ele se comporta em momentos de conforto e conveniência, mas como ele se mantém em tempos de controvérsia e desafio. (Martin Luther King Jr.)

O insucesso é apenas uma oportunidade para recomeçar de novo com mais inteligência. (Henry Ford)

Nada lhe posso dar que já não existam em você mesmo. Não posso abrir-lhe outro mundo de imagens, além daquele que há em sua própria alma. Nada lhe posso dar a não ser a oportunidade, o impulso, a chave. Eu o ajudarei a tornar visível o seu próprio mundo, e isso é tudo. (Hermann Hesse)

Sábio é aquele que conhece os limites da própria ignorância. (Sócrates)

Experiência não é o que acontece com um homem; é o que um homem faz com o que lhe acontece. (Aldous Huxley)

Temos apenas que seguir a trilha do herói... e lá onde pensávamos estar sós, estaremos na companhia do mundo todo. (Campbell)

"A verdade é filha do tempo, não da autoridade." (Francis Bacon)

O Casulo

"Um dia, uma pequena abertura apareceu em um casulo, um homem sentou e observou a borboleta por várias horas conforme ela se esforçava para fazer com que seu corpo passasse através daquele pequeno buraco.Então, pareceu que ela parou de fazer qualquer progresso. Parecia que ela tinha ido o mais longe que podia, e não conseguiria prosseguir. Então, o homem decidiu ajudar a borboleta, ele pegou uma tesoura e cortou o restante do casulo. A borboleta, então, saiu facilmente. Mas, seu corpo estava murcho e era pequeno e tinha as asas amassadas O homem continuou a observar a borboleta porque ele esperava que, a qualquer momento, as asas dela se abrissem e esticassem para serem capazes de suportar o corpo, que iria se afirmar a tempo. Nada aconteceu!Na verdade, a borboleta passou o resto de sua vida rastejando com o corpo murcho e asas encolhidas. Ela nunca foi capaz de voar. O que o homem não compreendia era que o casulo apertado e o esforço necessário para passar pela pequena abertura eram o modo com que Deus fazia com que o fluido do corpo fosse para as asas de modo que a borboleta estaria pronta para voar uma vez que estivesse livre do casulo.Algumas vezes, o esforço é justamente o que precisamos em nossas vidas. Se nos fosse permitido passar por ela sem obstáculos, seriamos fracos, nunca fortes como podemos ser e nunca poderíamos voar"
------------------------------------------------------------------------------ Que você possa se libertar do casulo. Faça seu esforço , mantenha a fé! E PRINCIPALMENTE não espere ajuda demais, para que você não perca o seu mérito de voar.

Um grande abraço.

Nobre caminho octuplo

"Crença correta, intenções corretas, Palavra correta, Ações corretas, Meio de vida correto, Esforço correto, Pensamento correto, Correta compreensão."
Nobre caminho octuplo (ou a quarta nobre verdade) do BUDISMO. Com a extirpação final da ilusão, do desejo e da hostilidade (NIRVANA), a mente sabe que não é aquilo que pensa ser. O pensamento flui. A mente permanece em seu verdadeiro estado. ------------------------------------------------------------------------------------------------
Todo o seu sofrimento é uma ilusão, toda a realidade é como um palco de teatro montado para a peça da vida com a única motivação de que aprendamos os verdadeiros valores do espírito.

terça-feira

Only the waves




Day after day, we´re  smiling to you.
Although, never ask why...
No matter if you can´t understand,
coz, a angel´s singing a song for you and I
And if you wish would can fell your name..
Welcome to time of the braves!
Walk with us for the thorns of ours minds
and you´ll see that "real" no exist, only the waves

Only the waves,my braves!
It´s just the waves, my braves!
Join to me, join to us..
Come to sing and we´ll go! 

Coz,only the waves,my braves!
It´s just the waves, my braves!
It´s only the waves..
only the waves.. 
 
Hello, Hello, 
Don´t try find a fast fist
 in shadows,
coz,we're building again 
a silver bow and arrows 

Hello, Hello,
believe me, you´ll 
welcome
for living us 
in a simple home. .
By Paulo Moraes

Heaven´s Welcome

Arte por René Magritte

 

It´s a darkday for you, a kind of cracking mind
Lots and lots of mistakes of our unknown friends
Small pieces of tears so for long time
It´s so hard when nobody´s trying help to understand

All the time we´ll can sing for a lonely soul
that life is pain, but you´re not alone
If you listen me now, let me say and you´ll know
All pain will are fade away, will gone

There´s a stone toward the space between you and me
Let´s come a stream of time quickly to a gorgeous win
Stone will come be a flower do you see?
Maybe all your face in blue can change as a dream

Sing with me, sing with me tonight
We´ll always to be one
Sing with me, sing with be for a long time
Today let´s come , all kind of heaven´s welcome

Nunca estive aqui antes


Arte por René Magritte

Entre o dente do vampiro e um suspiro de alívio. 
Entre as portas fechadas e a janela aberta. 
Entre a estrada solitária e o seu sorriso. 
Entre a lua apaixonada e o sol que desperta.
Entre a sapiência e a reverência. 
Entre o manto do mago e magia da vida. 
Entre a sagacidade e a simples inocência. 
Entre o poder da dor e a cura da ferida.

Meus passos se dividem na encruzilhada 
confusos pelas sombras e luzes que passam em um piscar de olhos! 
No átimo do beijo proibido entre o sol e a lua no meio da estrada, 
sorvo do cálice de mel , fel , água e óleo.
E mesmo neste círculo tão confortável, vicioso e familiar,
 arredio como dantes...
sei que sou único senhor deste reino,
 todavia, eu nunca estive aqui antes...

segunda-feira

Cosmos

No último sábado (12/04/08), acidentalmente descobri que a TV Educativa está reapresentando a série "COSMOS" de Carl Sagan. Foi uma surpresa e tanto, ea nostalgia se apossou de mim ao rever este programa que foi tão importante para a minha infância. Não resisti e assisti. Quando criança, fiquei fascinado com os capítulos transmitidos, se não me falha a memória, aos domingos na Rede Globo. Foram muitas as informações que, acredito de uma maneira ou de outra, ainda figuram no meu subconciente emanam e ações e reações. Procurei então, fazer uma pesquisa sobre o programa e trazê-la aqui para a panaceia ESSENCIAL. Espero que agrade a que todos, como eu, se maravilharam com os mistérios decifrados da Ciência pelo Programa, e que, aos que assistiram não, isto que POSSA instigar a saber mais sobre este clássico da TV mundial. Obrigado, Mestre Sagan! _________________________________________________
A série científica de maior sucesso da história da TV faz 26 anos.Cosmos foi uma série de TV realizada por Carl Sagan e sua esposa Ann Druyan, produzida pela KCET e Carl Sagan Productions, em associação com um bis BBC Polytel International, veiculada na PBS em 1980. A série Cosmos é um dos mais formidáveis exemplos da amplitude e Eficácia que uma divulgação científica pode Atingir por Meios audiovisuais, quando servida por uma personalidade carismática como Carl Sagan e por Meios técnicos adequados. Filmado ao longo de três anos, em quarenta locais de doze Países, o programa Cosmos abriu a janela do Universo a mais de 500 milhões de pessoas. O segredo desta série de treze horas foi o talento de comunicador de Sagan, capaz de desmistificar o que até então fora informação científica inacessível. A versão escrita deste programa continua um ser o livro de divulgação científica mais vendido da história.
Episódios:
Série de 13 episódios, Cosmos é Constituída pelos seguintes títulos (pequena descrição dos assuntos tratados):
* Episódio 1 - Os Limites do Oceano Cósmico - O 1 ° capítulo da série Cosmos; apresenta-nos o universo de maneira geral, revelando as grandezas dos corpos celestes ea distância entre as enguias, além de lembrar importantes estudos do passado para grandes descobertas como um esfericidade do planeta. Sagan faz uma impossível (para os recursos atuais) e imaginária viagem desde uma Extremidade do espaço até nosso planeta, mostrando fenômenos como o nascimento ea morte de estrelas diante de uma fusão nuclear; recordando-nos a famosa equação de Einstein E = mc ² (quando matéria vira energia e vice-versa). Ao longo do episódio fala um pouco sobre a descoberta de cada planeta da Via-láctea e algumas características. Também nos da uma idéia do tempo cósmico.
* Episódio 2 - As Origens da Vida - Já no nosso planeta, Sagan interroga as origens da vida ea evolução das espécies, especulando ainda sobre a hipótese de existência de seres vivos noutros planetas.
* Episódio 3 - Um dos Mundos Harmonia - Da astrologia à astronomia, desde sempre olha que o homem como estrelas em busca de conhecimento.Sagan traça o percurso da Humanidade na observação dos corpos celestes e na descoberta das leis que os regem.
* Episódio 4 - Inferno e Céu - Um pequeno cometa teria um ATINGIDO Terra em 1908, provocando uma enorme explosão na Sibéria. Este fato serve para uma Sagan Empreender uma viagem até Vénus, com as suas altas temperaturas eo seu superlativo efeito de estufa.
* Episódio 5 - Os Segredos de Marte - Depois de Vénus, Marte é o planeta visitado neste episódio.
* Episódio 6 - A Odisseia do Voyager - A partir da experiência da nave Voyager, Sagan simula Através uma viagem do sistema solar, atravessando os anéis de Saturno até ao satélite Titã, rico em matéria orgânica.
* Episódio 7 - A Espinha Dorsal da Noite - Dos antigos gregos à atualidade, Sagan traça o percurso do conhecimento científico sobre o Cosmos.
* Episódio 8 - Viagens no Espaço e no Tempo - Viagem às estrelas, à velocidade da luz, como sonhou Albert Einstein. Mas o tempo, o espaço ea velocidade estão interligados, como se demonstra na Teoria da Relatividade.
* Episódio 9 - A Vida das Estrelas - Nascimento, vida e morte das estrelas sem esquecer - o nosso Sol de que veremos uma simulação do último dia de vida.
* Episódio 10 - O Limiar da Eternidade - Origem e Destino do Universo, das lendas e crenças à astrofísica.
* Episódio 11 - A Persistência da Memória - Sagan viaja até ao cérebro humano como local central de todo o conhecimento.
* Episódio 12 - Enciclopédia Galáctica - Haverá vida noutros pontos da nossa galáxia? Sagan persegue a questão sem encontrar provas e Conduz-nos numa viagem por várias estrelas e planetas.
* Episódio 13 - Quem Pode Salvar a Terra? - Um planeta povoado de 60 mil armas nucleares é um planeta com futuro? Sagan termina uma série Cosmos com um vibrante apelo à paz, em nome da nossa dignidade humana e em nome do respeito ao universo de que fazemos parte.

Fonte de pesquisa: Wikipédia

quarta-feira

O Enigma da Pirâmide

Em 1870, na Londres vitoriana, pessoas são acometidas de alucinações em virtude de serem atingidas por um dardo, com as visões as levando à morte. Enquanto tais fatos estranhos ocorrem, Sherlock Holmes (Nicholas Rowe) e John Watson (Alan Cox) se conhecem, quando ainda são adolescentes e estudam em uma escola pública inglesa.
Ora, esta é uma linha de história jamais escrita pelo autor dos personagens: Sir Arthur Conan Doyle. Um inusitado encontro de seus personagens ainda adolescentes frente ao primeiro caso de mistério e terror de suas vidas. Estariam prontos para o desafio? Esta é a resposta que o diretor Barry Levinson (Rain Main e Vida Bandida) nos oferece através de um espetáculo de efeitos especiais, uma cortesia da Light&Magic, de George Lucas, e de um roteiro, que para mim, com fã incondicional dos escritos de Sir Conan Doyle, em nada ofende os clássicos personagen, sendo sim, uma bela homenagem através de uma história tão inusitada. Prestem atenção para a seqüência final do filme(após os créditos finais) quando um dos personagens centrais assina um livro de hóspedes de um hotel. O nome escrito no livro só fará sentido aos fãs do grande detetive. Mas, se este não é o seu caso, não se preocupe! Não é quesito obrigatório ser fã de Sherlock Holmes para se divertir com este excelente filme! Se apreciarem o filme ,como acredito, sugiro a leitura dos livros de Sir Arthur Conan Doyle, com certeza não se arrependerão!
Título Original: Young Sherlock Holmes Gênero: Aventura Tempo de Duração: 109 minutos Ano de Lançamento (EUA): 1985 Direção: Barry Levinson Roteiro: Chris Columbus Elenco:

Nicholas Rowe (Sherlock Holmes) Alan Cox (John Watson) Sophie Ward (Elizabeth Hardy) Anthony Higgins (Rathe / Ehtar) Roger Ashton-Griffiths (Lestrade) Brian Oulton (Mestre Snelgrove)

Premiações: Indicação ao Oscar, na categoria de Melhores Efeitos Especiais.

Vídeo: http://www.youtube.com/watch?v=OLhZZvTzNUY

Os Intocáveis

Eu não sou o maior fã que se vá encontrar do diretor Brian De Palma,mas realmente aprecio este filme. Uma mistura feliz de vários elementos. Uma direção precisa. Atores convincentes em suas interpretações (Destaque para a impecável interpretação de Sean Connery como Jim Malone, que lhe rendeu seu primeiro Oscar como ator coadjuvante), figurino e fotografia de bom tamanho e um bom roteiro.

A trama em si, discorre sobre o Agente Eliot Ness e seu confronto com Al Capone na perigosa Chicago dos anos 30. Decidido a acabar com o crime organizado que faz o tráfico de bebidas em plena lei seca americana liderado pelo perigoso gangster, Elliot Ness se une a Jim Malone e outros homens sem medo para enfrenta-lo até as últimas conseqüências!

Destaque para a seqüência na escada com o carrinho de bebê, uma excelente mescla de suspense e ação. Os Intocáveis é um filme policial, feito com qualidade.Entretenimento, sim, mas qualidade cinematográfica também! Ação levada por um roteiro bem escrito. Francamente, esta não é uma mistura fácil de ocorrer. O que torna este filme, ainda, relevante.

Direção: Brian De Palma Roteiro: David Mamet Gênero: Policial Origem: Estados Unidos Duração: 119 minutos Elenco: Robert De Niro - Al Capone Andy Garcia - Agente George Stone/Giuseppe Petri Kevin Costner - Eliot Ness Sean Connery - Jim Malone Charles Martin Smith - Agente Oscar Wallace

Trailer: http://www.youtube.com/watch?v=agbeFvI_NQ8

sábado

Henrique V (Henry V) - Kenneth Branagh

“(...) o nosso grupo de irmãos! Sim, porque aquele que verter seu sangue comigo hoje, será meu irmão! Por mais vil que seja este dia irá enobrece-lo! E aqueles ingleses que permaneceram na Inglaterra, deitados, sentir-se-ão amaldiçoados por não estarem aqui! E os nobres, menosprezaram a própria nobreza ao ouvirem falar daqueles que lutaram conosco no dia de São Crispim”

Ainda gela minha alma, ouvir este trecho interpretado magistralmente por Kenneth Branagh, nesta notável adaptação de HENRY V, de William Shakespeare para os cinemas.

Isto foi em 1992, se não me engano, e assisti a versão dublada numa fita VHS, por sorte, foi uma das melhores versões que já havia visto. E afinal, não diminuiu em nada o impacto sobre mim, dada a enorme qualidade do filme.

Ora, em partes. Esta é sem dúvida uma das melhores transposições para o cinema de uma das obras-primas do maior escritor de língua inglesa de todos os tempos, William Shakespeare. O Diretor e também ator Kenneth Branagh, este irlandês genial (Deus salve a Irlanda! Vide Clannad, Enya , U2, etc), conhece a obra do bardo, como poucos e fez uma direção primorosa a começar pela escolha do elenco que trabalhou inspirado.

É gratificante assistir interpretações tão geniais e precisas. A trilha sonora é simplesmente uma das melhores que já ouvi. O figurino está sensacional. E fotografia não compromete. Tudo enfim, harmoniza-se para um grande espetáculo.

Exatamente o que presenciamos! A história em si, trata-se de quando na quebra de tratados diplomáticos, a Inglaterra entra em guerra contra a França liderada por seu rei Henrique V que comandando um exército menor do que o de seus inimigos trava a feroz e lendária “Batalha de Azincourt” (Prestem atenção as cenas de batalhas).

Como curiosidade temos a participação de Christian Bale, que como todo sabemos, entre outras interpretações geniais, se tornaria o melhor Batman de todos os tempos no cinema.

Este excelente filme foi realizado em 1989 e indicado ao Oscar nas categorias de Melhor Diretor e Ator, e vencedor do Oscar de Melhor Figurino.

Elenco:

Kenneth Branagh, Derek Jacobi, Brian Blessed, Ian Holm, Paul Scofield, Emma Thompson, Robbie Coltrane, Michael Maloney, Geraldine McEwan, Alec McCowen, Simon Shepherd, James Larkin

Um filme imperdível. Não deixem de ver!

Vídeo: http://www.youtube.com/watch?v=OAvmLDkAgAM

quinta-feira

O Dia do Chacal (The Day of the Jackal) – Frederick Forsyth

“O Dia do Chacal” é um suspense envolvente. De fato, apesar de suas mais de 400 páginas não consegui parar de ler. Isto foi em 95, comecei a leitura e me encontrei totalmente envolvido pelo enredo, as horas passaram e sequer notei. Só larguei o livro com o fim dele, foi exatamente isto que ocorreu! Registro isto, para tentar transmitir o apelo do livro. É evidente que nem todos gostam de livros de alta espionagem e suspense, mas, eu arriscaria dizer que mesmo os menos interessados encontrarão motivos para se divertir com este livro.

E, curioso, nem considero este o melhor livro de Forsyth, deixo esta honra para o “Dossiê Odessa”, mas isto é história para um outro artigo.

A história em si, é esta: O presidente De Gaulle ao descolonizar a Argélia, enfureceu um grupo clandestino que desejoso por intervir convocou um terrível assassino: O chacal!

O Chacal prepara então, no decorrer do livro, todos os passos para realizar o assassinato do presidente De Gaulle. È fascinante acompanhar os preparativos de Chacal(feitos com frieza e maestria), ao mesmo tempo que a Inteligência Francesa com o apoio dos colegas ingleses tentam , desesperadamente, primeiro compreender o que está acontecendo e então, impedir o atentado.

Conseguirá o Chacal realizar seu intento ou será detido pelos investigadores da Inteligência Francesa? Esta questão nos acompanha fazendo ler vorazmente página após página para conhecer o próximo desenrolar dos fatos.O Dia do Chacal é um excelente livro de suspense. Mais do que recomendável. Não deixem de ler.

E lembrem-se:

Quem lê um livro comunga com a alma deste, e desta comunhão renova a sua própria.

quarta-feira

O País de Outubro( The October Country) - Ray Bradbury

Ray Bradbury é comumente conhecido como escritor de ficção científica, mas ao que me consta ele prefere realidade fantástica. De fato, ele não se limita a romances e contos de FC. Suas histórias abrangem uma gama muito maior de enredos que incluem-se a fantasia , horror e outros.

O País de Outubro é uma coletânea que privilegia seus contos de horror e fantasia. Não é a coletânea preferida de muitos, mas é uma das minhas. Não pelo gênero do horror em si, mas pela forma como Bradbury os escreve, imaginativo, misterioso, com doses precisas de suspense e humor negro!

Meus contos preferidos desta coletânea são “O esqueleto”, “A foice”, “Tio Einar”, Era uma vez uma velha”, e “Regresso a casa”.

Afirmo, entretanto, que não estou destacando “os melhores”. Todos os contos tem qualidade inegável para envolver, assustar e divertir aos leitores. Após a leitura, você também terá seus contos favoritos, não tenho dúvida! Desejo-lhes uma boa leitura!

E lembrem-se:

Quem lê um livro comunga com a alma deste, e desta comunhão renova a sua própria!

terça-feira

O Poder do Mito - Joseph Campbell

Numa daquelas noites em que a insônia me manteve acordado até tarde, acabei por resolver investigar a TV, pois, de vez em quando, damos sorte e pegamos algo interessante. E foi justamente o que ocorreu!

Passava um programa estranho, parecia uma entrevista, havia um senhor falando sobre mitos e imagens acentuavam suas explicações...era fascinante! Não pude assistir outros programas, mal sabia eu que havia tido oportunidade de assistir o programa “O Poder do Mito” com Joseph Campbell.

Para minha sorte, a série televisiva virou livro e este caiu em minhas mãos! Um livro extraordinário que abriu minha mente para o fato de que os homens em várias épocas parecem ter um “conhecimento comum” , uma “intuição” sobre a verdade a qual transmitiram em mitos e que estes mitos(independente da cultura, distância, tem pontos em comum). Trata-se, enfim, do inconsciente coletivo defendido por inúmeros autores. O “Poder do Mito” é a transcrição das conversas mantidas entre o autor e o jornalista Bill Moyers, e foi transmitido, no Brasil , pela TV Cultura.

Desde os mitos tais como: O casamento, os nascimentos virginais, a trajetória do herói, o sacrifício até os personagens heróicos do filme Guerra nas estrelas são estudados neste livro no seu papel de mitos e sua influência sobre o inconsciente coletivo.

Este livro traz ainda uma interessante entrevista com George Lucas (Star Wars), que comenta como foi influenciado pelo “Poder do Mito” na elaboração de seus filmes.

A entrevista é dividida em 6 temas principais: 1. A Saga do Herói Fala-se sobre presença de uma jornada heróica em nossas vidas. 2. .A Mensagem do Mito São comparadas a história da criação de Gênesis com as outras histórias de criação no mundo. (Um capítulo fascinante, creiam-me!) 3. Os Primeiros contadores de Histórias Fala-se de como a aceitação da morte como um renascimento já era demonstrada através dos mitos e outros assuntos relacionados a arte ritual.

4. Sacrifício e Felicidade Discute-se o papel do sacrifício no mito, que simboliza a necessidade do renascimento.

5. O amor e a Deusa O tema é o amor romântico, começando pelos trovadores do século 12. Ele questiona a imagem da mulher, como deusa, virgem, a Mãe Terra. 6. Máscara da Eternidade São debatidos os conceitos de Deus, religião e eternidade, nos ensinamentos cristãos, budistas, dos índios Navajo, Schopenhauer, Jung e outros.

Um livro, como disse antes, extraordinário! Não deixem de ler!

E lembrem-se:

Quem lê um livro comunga com a alma deste, e desta comunhão renova a sua própria!

Os Pilares da Terra - Ken Follet

Bem, eu li esta obra no original(The Pillars of Earth), mas a mesma foi lançada pela Editora Rocco.

Vejam bem, eu não conhecia Ken Follet, a leitura foi me indicada da seguinte maneira: “É um escritor de romances, de ‘Best Sellers’ (com uma certa acentuação preconceituosa), mas este livro que ele escreveu é muito bom”. Era um livro de por volta 1200 páginas, a apresentação não tinha sido lá muito contagiante, mas fui em frente e não me arrependi. “OS PILARES DA TERRA” foi uma leitura marcante, um livro inesquecível!

Impressiona a monumental pesquisa histórica levantada pelo autor para o livro, ele realmente nos transporta para aquela época. Não obstante a trama está rica de tantos ingredientes e com personagens bem construídos e carismáticos. Apesar do grande número de páginas, a história flui deliciosamente e se torna empolgante.

A história se passa no interior da Inglaterra do século XII, durante a construção de uma catedral gótica e os vários personagens envolvidos direta e indiretamente na construção da mesma. Essa construção dura duas gerações e os personagens encontram-se e desencontram-se no decorrer desta história repleta de acontecimentos : Miséria, perseguições da igreja, estupro, luta pela sobrevivência, bruxaria, ódio, vingança, desejo, erotismo, paixão e amor.

Este é um livro com uma história fascinante, um romance histórico muito bem construído com personagens marcantes, não deixem de ler!

E lembrem-se:

Quem lê um livro comunga com a alma deste, e desta comunhão renova a sua própria!

A Metamorfose - Franz Kafka

Uma manhã, ao despertar de sonhos inquietantes, Gregor Samsa deu por si na cama transformado num gigantesco inseto".

É desta maneira que começa a história de Gregor Samsa, um caixeiro-viajante que numa manhã qualquer, ao acordar para o trabalho, vê que se transformou num inseto horrível( É isso mesmo!)com um "dorso duro e inúmeras patas". A princípio seus tormentos são pela transformação em si, mas, paulatinamente suas preocupações passam para um estado mais sentimental. Gregor sente-se magoado pela repulsa dos pais perante a sua metamorfose. Apenas a irmã se presta a levar a sua alimentação, mas mesmo ela começa a sentir a repulsa e o medo.

A metamorfose de Gregor vai além da modificação física. Trata-se de uma alteração de comportamentos, atitudes, sentimentos e opiniões. Ao enfrentar uma mudança tão radical em si mesmo, Gregor passa a analisar com mais atenção o mundo à sua volta, ao ser tirado de sua “rotina” e “normalidade” as portas da percepção se abriram. Sua situação mudou a vida de sua família:O pai volta a trabalhar, a irmã também arranja um emprego e passam a alugar quartos na própria casa onde habitam. Ora, então torna-se claro que Gregor era apenas o "sustento" da casa. Mas, que a família adaptou-se a sua falta e continuou vivendo, com o tempo mal se perturbando com ele. O mais fascinante é que em nenhum momento da obra, Gregor se dá conta realmente que se transformou num inseto.

A metamorfose é uma obra tão genial quanto perturbadora e que não oferece respostas. O verdadeiro significado da mutação do personagem caberá a percepção de cada leitor o que proporcionará, de certo modo, sua própria transformação.

Fonte de pesquisa: Wikipédia

E lembrem-se:

Quem lê um livro comunga com a alma deste, e desta comunhão renova a sua própria!

A Profecia Celestina - James Redfield

Ao iniciar mais este texto, devo confessar uma coisa: Adiei por anos esta leitura, por puro preconceito! O fato é que o oba-oba sobre o livro me deixava desconfiado demais. Parecia pop demais, uma bobagem da qual eu não deveria perder tempo. Além do que, ter o prefácio escrito por Paulo Coelho, não tornava o livro exatamente atraente. Ora, o tempo passou e a maturidade me fez arriscar, afinal é preciso dar uma chance ao livro, por pior que seja sempre é possível extrair lições, mesmo que sejam ruins. E, se afinal de contas, até mesmo Paulo Coelho já havia lido(e gostado, admito) era hora de ler a Profecia Celestina de James Redfield.

Eu estava enganado. Muito. O livro não é uma bobagem. Já li diversos livros com conteúdo espiritual bastante profundo, de grandes mestres e posso afirmar que a Profecia Celestina é um cavalo de Tróia literário. Atrás da “aventura da nova era” são expressados conhecimentos profundos do auto-conhecimento, importantes para a evolução e reforma íntima. Posso afirmar, até pelas reservas que tive, que a Profecia Celestina é um livro importante que deve ser lido e suas lições absorvidas para o dia-a-dia.

A trama do livro, em si, é a seguinte: Um antigo manuscrito é encontrado nas florestas peruanas, contendo nove visões que a humanidade precisa conhecer. Este é o ponto de partida da Profecia Celestina, um romance cheio de ação onde o leitor é convidado para participar de uma saga em busca da verdade espiritual.A cada capítulo o leitor acompanha as aventuras de uma homem em busca da sua própria verdade. Seu destino é chegar no alto das montanhas dos Andes e compreender o significado contido nas nove visões anunciados num velho manuscrito peruano. Ao longo deste caminho, o leitor apreende e compreende cada uma dessas visões.

O seu autor James Redfield nasceu em 19 de março de 1950. Durante quinze anos, trabalhou como terapeuta para crianças molestadas sexualmente. Ao publicar o best-seller A profecia celestina, em 1993, Redfield ganhou uma legião de fãs no mundo inteiro e viu-se alçado à condição de guia espiritual para seus leitores. O autor vive com sua mulher, Salle, e sua gata, Meredith, no Arizona.

Títulos escritos pelo autor:

A Profecia Celestina

A Décima Profecia

O Segredo de Shambhala

A Visão Celestina

Este livro transmite através das profecias que relata um entendimento da realidade que, se levado a sério, demonstrará na prática ser precioso. Boa leitura!

E lembrem-se:

Quem lê um livro comunga com a alma deste, e desta comunhão renova a sua própria!